quarta-feira, 16 de janeiro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Sobe para 277 o número de presos suspeitos de ataques no Ceará

Conforme Camilo, as forças de segurança estão realizando um trabalho dentro e fora dos presídios, sempre dentro da lei

quinta-feira, 10 de janeiro 2019

Imprimir texto A- A+

Na manhã desta quinta-feira (10), o governador Camilo Santana anunciou que o número de pessoas presas suspeitas de participarem dos ataques que ocorrem há mais de uma semana em Fortaleza aumentou para 277.

Conforme Camilo, as forças de segurança estão realizando um trabalho dentro e fora dos presídios. “Podem ter certeza: criminosos não terão regalias no Ceará”, afirmou.

Um total de 406 homens e mulheres da Força Nacional se encontram em território cearense. Atuando no interior do Ceará junto ao Comando Tático Motorizado (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), há um total de 100 policiais militares baianos. Outros policiais militares e analistas de inteligência das Polícias Militares de Pernambuco, Piauí, São Paulo e Santa Catarina também estão no Estado.

 

Mais conteúdo sobre:

Suspeitos camilo santana Presos

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter