domingo, 16 de junho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Trabalhos noturnos aumentam sobrepeso

segunda-feira, 10 de junho 2019

Imprimir texto A- A+

Os profissionais que trabalham em rotina de plantão noturno, como garçons e médicos estão mais expostos a diversas situações que favorecem o risco aumentado de ganho de peso a que estariam submetidos, de acordo com especialistas no assunto. Uma pesquisa divulgada no periódico Obesity Reviews revelou que o trabalho no turno da noite aumenta o risco de obesidade/sobrepeso em 23% e o excesso de risco de obesidade visceral foi ainda maior chegando a 35%.
De acordo com o cirurgião endoscopista, Helmut Poti, a obesidade está associada ao desenvolvimento de diversas condições que prejudicam a qualidade de vida. “A alteração no relógio biológico altera o funcionamento adequado do organismo podendo causar propensão a doenças cardiovasculares, distúrbios hormonais, digestivos, neuropsicológicos, problemas na visão, manifestações de fadiga crônica, além de aumentar o risco de obesidade e diabetes tipo 2”, disse.
Outro ponto que o médico destaca para esse aumento no peso das pessoas que trabalham à noite é que nosso processo fisiológico possui ritmo diferentes durante o dia e a noite. “Isso engloba o comportamento da alimentação, do metabolismo de lipídios e dos carboidratos. Quando ocorre uma alteração da sincronia no ritmo circadiano, por exemplo, numa jornada de trabalho noturno, ocorre um desajuste”, afirm Helmut Poti.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter