segunda-feira, 18 de junho de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Aeronave cai e deixa cerca de 50 mortos

terça-feira, 13 de março 2018

Imprimir texto A- A+

Um avião da companhia bengalesa US-Bangla Airlines caiu nessa segunda-feira (12) quando se preparava para pousar no aeroporto de Katmandu, capital do Nepal, matando ao menos 50 pessoas. O número de vítimas foi confirmado pelo porta-voz do Exército, Gokul Bhandari, que afirmou que ainda há nove desaparecidos. “As possibilidades de encontrar mais sobreviventes são pequenas pelo incêndio no avião”, disse.

Ele não especificou quantas pessoas foram resgatadas com vida, mas o avião Bombardier Dash 8 levava 71 pessoas a bordo, sendo quatro tripulantes e 67 passageiros -33 do Nepal, 32 de Bagladesh, um da china e um das Maldivas. A aeronave tinha saído de Daca, capital de Bangladesh, com destino a Katmandu.
Não há informação sobre o estado de saúde dos feridos. Mais cedo, a agência de notícias Associated Press chegou a afirmar que eram 38 mortos, 23 feridos e dez desaparecidos. O diretor do aeroporto de Katmandu, Raj Kumar Chettri, afirmou que após receber autorização de pouso, o piloto do avião disse que continuaria voando em direção ao norte. Questionado pela torre de controle se havia algum problema, ele disse que estava tudo bem.

Os controladores avisaram então que a aeronave estava alinhada de forma incorreta para o pouso, mas o piloto parou de responder. Na sequência, o avião atingiu a cerca do aeroporto, o que o fez bater no chão e pegar fogo, segundo Kumar Chettri. “De repente o avião balançou de modo violento e ouvi uma grande explosão”, disse à imprensa local Basanta Bohora, um dos sobreviventes. “Eu estava sentado próximo a uma janela e consegui escapar quebrando o vidro.”
Testemunhas disseram que o avião estava voando baixo e passando próximo das montanhas que cercam a cidade. Pouco depois, ouviram a forte explosão nas proximidades do aeroporto. Em 2012, a queda de um avião no mesmo aeroporto de Katmandu deixou 19 mortos.

Causas
A emissora BBC afirma que o avião, Bombardier Q400, caiu do lado leste da pista do aeroporto Tribhuvan e que a aeronave pousaria às 14h20 no horário local (5h30, em Brasília), citando informações do site de monitoramento aéreo FlightRadar24. As causas do acidente ainda são investigadas e ainda não está claro, segundo a Reuters, se o piloto acionou o sinal de socorro.

O gerente-geral do aeroporto, Raj Kumar Chettri, afirmou à Reuters que momentos depois de o avião conseguir autorização para pousar, o piloto comunicou à torre de comando que queria se dirigir à posição nordeste. Questionado se havia algum problema, ele negou.
O acidente em Katmandu foi o último a atingir o montanhoso Nepal, que tem um histórico de segurança aérea precária. No passado recente, o país registrou uma série de incidentes.

Pequenos aviões fazem a malha doméstica e com frequência apresentam problemas nas remotas pistas de pouso, segundo a agência Reuters. Em março de 2014, pássaros se chocaram com o parabrisas de um jato MASM.KL, da Malaysia Airlines, quando ele aterrissava em Katmandu. No mesmo mês, um Airbus A320, operado por uma companhia aérea Indiana, pegou fogo após pousar.
Em setembro de 2012, também no aeroporto de Katmandu, um avião transportando montanhistas foi atingido por um pássaro e caiu logo após a decolagem, matando as 19 pessoas que estavam a bordo, de acordo com a Associated Press.

outros destaques >>

Facebook

Twitter