segunda-feira, 18 de junho de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Alvo de protestos, ministro da Eslováquia deixa o cargo

terça-feira, 13 de março 2018

Imprimir texto A- A+

 

O ministro do Interior da Eslováquia Robert Kalinak anunciou ontem sua renúncia ao cargo, em meio a protestos de rua que pediam sua demissão. Os manifestantes pedem uma análise independente sobre a morte de um jornalista que investigava corrupção no país e que já tinha feito reportagens denunciando o ministro -a pasta do Interior é a responsável por conduzir o caso.

A saída de Kalinak, que também era o vice-premiê, foi exigida pelo Most-Hid, (partido ligado a minoria húngara) que faz parte da coalizão do premiê Robert Fico e que ameaçava deixar o governo caso não tivesse sua demanda atendida. A saída da sigla da coalizão poderia levar a queda de Fico e a convocação de novas eleições, uma das exigências dos manifestantes. Na última sexta (9), cerca de 50 mil eslovacos participaram de atos contra o governo na capital Bratislava e em outras cidades.

outros destaques >>

Facebook

Twitter