sexta-feira, 20 de setembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Em Madagascar, papa pede “luta contra pobreza” e “salários dignos”

segunda-feira, 09 de setembro 2019

Imprimir texto A- A+

O papa Francisco cobrou a criação de modelos de desenvolvimento que “privilegiem a luta contra a pobreza e a exclusão social”. A declaração foi dada em Madagascar, durante visita à obra humanitária Akamasoa, fundada pelo padre missionário argentino Pedro Opeka nos arredores de um lixão na periferia da capital Antananarivo.

“Oremos para que em todo Madagascar e em outras partes do mundo se dissemine o esplendor dessa luz, para que possamos alcançar modelos de desenvolvimento que privilegiem a luta contra a pobreza e a exclusão social, a partir da confiança, da educação, do trabalho e do empenho, que são sempre indispensáveis para a dignidade da pessoa humana”, disse.

Em seguida, Jorge Bergoglio visitou uma pedreira em Antananarivo que dá emprego a 700 pessoas e fez uma “oração para os trabalhadores”, na qual cobrou que empresários e dirigentes garantam a seus funcionários um “salário digno e condições respeitosas da dignidade humana”.

A pedreira faz parte das atividades realizadas pela Akamasoa, que também incluem uma marcenaria para produzir móveis destinados às escolas da capital de Madagascar.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter