sexta-feira, 22 de março de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Desaparecimento de Roberto Carvalho Rocha

quarta-feira, 26 de abril 2017

Imprimir texto A- A+

No último final de semana, os círculos educacionais de nosso Estado solidarizaram-se com a família de Roberto Carvalho Rocha, desaparecido aos 91 anos. Deixou um legado aos nossos coestaduanos de exemplos admiráveis de dignidade e espírito público, desde quando assumiu o mandato de vereador, tendo a mim como seu companheiro na luta que empreendíamos em prol do respeito integral a preceitos fundamentais da doutrina Cristã, da qual no tornáramos porta-voz na Câmara Municipal de Fortaleza, à época composta apenas por 21 vereadores.

Ali, na antiga sede da Rua Barão do Rio Branco, nas proximidades do Passeio Público e da Santa Casa de Misericórdia, debatíamos problemas de interesse vital para uma cidade que se transformaria em Metrópole progressista, a cujos destinos se encontra, hoje, o prefeito Roberto Cláudio, reeleito na última contenda, em outubro passado.

Quando eu e Roberto Carvalho Rocha fomos vereadores, o prefeito era Acrísio Moreira da Rocha, eleito por legenda diversa da nossa, porém muito sensível às justas aspirações que formulávamos, e ousado ao efetivá-las com os parcos recursos do Erário Municipal.
Ao prefeito fazíamos oposição respeitosa, profligando erros cometidos e apresentando soluções compatíveis com a realidade então vivenciada por uma cidade que, gradualmente, iria transformar-se em uma das mais desenvolvidas de nossa Nação.
Ao lado do mandato, Carvalho Rocha, educador de méritos comprovados, dedicou-se à construção de portentosa obra de caráter educativo, contando com os filhos e com uma equipe de alto nível, ganhando, assim, espaço de aceitação popular e relevo até mesmo fora de nosso território.
Fui à missa de corpo presente e fiz chegar a viúva e aos filhos a expressão de meu sentido pesar, realçando as virtudes incomparáveis que exornavam a sua personalidade de escol.

Que Deus o acolha no Reino da bem-aventurança, são os votos que exteriorizo neste artigo, testemunhando o meu respeito de saudade e de reconhecimento aos inestimáveis serviços ao Ceará e ao País, sobretudo na esfera da Educação.

Mauro Benevides
Jornalista e Deputado Federal

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter