quarta-feira, 23 de janeiro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Reminiscências

segunda-feira, 24 de setembro 2012

Imprimir texto A- A+

 A primeira recordação que tenho do jornal O Estado é a da sua sede na Praça José de Alencar, na rua 24 de Maio, quase esquina com a rua Liberato Barroso, no mesmo quarteirão onde também localizava-se o Edifício Guarani que sediava a ZYR-7 Rádio Iracema de Fortaleza 1.300 kHz (área posteriormente demolida e que abrigou o famoso Beco da Poeira, o qual deu lugar a estação do Metrô ainda em construção).

Na época, eu era estudante do Liceu do Ceará e tanto o ônibus do Jardim América – bairro em que eu morava – como o do Jacarecanga tinham ponto ou parada central na Praça José de Alencar. Assim, com frequência, eu passava naquele quarteirão, sempre com olhar curioso pois, da calçada, pela janela via-se o movimento da redação.

Foi quando conheci o dr. Venelouis Xavier Pereira e os jornalistas Marciano Lopes, Helder Cordeiro e Fran Earle. Posteriormente, como aluno da terceira turma do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará – UFC, fui muito bem recebido pela equipe do jornal O Estado ao coletar dados para um trabalho acadêmico (NTI) da disciplina Redação de Jornalismo, que era ministrada pelo professor J. C. Alencar Araripe, que por sinal atribuiu-me a nota máxima.

Anos mais tarde, no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa do Ceará – CIAL e no Comitê de Imprensa, Rádio e Televisão da Câmara Municipal de Fortaleza – CIRT, convivi com vários confrades integrantes do jornal O Estado. Cito entre outros: Helder Cordeiro, Pedro Gomes de Matos Neto, Ossian Lima, Julieta Bronteé, Solange Palhano, Lúcia Stedille, Macário Batista, Newton Pedrosa, Fernando Maia, Jomar Campos e Antônio Viana. Minhas primeiras incursões jornalísticas no jornal O Estado foram na coluna Política.

Por várias vezes, a redigi na condição de redator substituto, graças a confiança em mim depositada pelos respectivos titulares. Assim, em várias ocasiões, tive a grata satisfação de encontrar-me com o dr. Venelouis Xavier Pereira, para desfrutar de um pouco de prosa e receber suas sábias orientações.

Era uma pessoa sempre aberta ao diálogo, característica que soube passar aos sucessores. Quanto a minha inclusão no quadro de colaboradores semanais na página de Opinião devo-a a gentileza de honroso convite feito por nossa entusiasta presidente dra. Wanda Palhano.

Tem sido uma experiência gratificante em minha vida jornalística participar do convívio profissional da empreendedora família Palhano Xavier. Da mesma forma, é relevante, como colaborador e cearense, ver o jornal O Estado chegar altaneiro aos seus 76 anos de existência, demonstrando heróica e tenaz resistência a toda espécie de adversidade e firme no seu compromisso com a verdade.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter