sábado, 15 de dezembro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Themístocles de Castro e Silva

quinta-feira, 24 de novembro 2011

Imprimir texto A- A+

Missão cumprida, legado de dignidade e coerência nas atitudes, exemplo para os contemporâneos e pósteros.

O jornalismo brasileiro, particularmente o cearense, está, realmente, desfalcado com a morte inesperada, aos 83 anos de idade, de Themístocles de Castro e Silva.

Ainda na juventude, seguiu para o Rio de Janeiro, onde iniciou sua longa trajetória profissional, como repórter dos Diários Associados, cobrindo o Congresso Nacional, cuja sede era na cidade maravilhosa.

Retornando ao Ceará, ingressou na vida pública, sendo secretário da Casa Civil, no Governo Parsifal Barroso, deputado estadual, por dois mandatos, vice-presidente da Assembleia Legislativa, que tinha como presidente o atual deputado federal Mauro Benevides, tendo também assumido cadeira na Câmara Federal.

Ganhou, igualmente, notoriedade como jornalista polêmico e autêntico, na defesa de suas ideias, escrevendo artigos para os jornais de Fortaleza, inclusive O Estado.

Convivi com Themístocles na Ceará Rádio Clube, onde apresentava o Programa Quando a Saudade Apertar e nos extintos jornais Correio do Ceará e Unitário, pertencentes aos Diários Associados.

Diante daquele semblante carrancudo, havia um coração generoso, o grande tesouro da vida, na expressão inspirada de Humberto de Campos, sempre pronto para servir aos que lhe pediam ajuda.

Do seu casamento com dona Maria Eunice Ferreira de Castro, em 1951, nasceram-lhes as filhas Flávia e Cláudia, que hão de dar sequência à posteridade do ilustre cearense e respeitado jornalista, nascido em 23 de abril de 1929, em Canindé.

Portanto, ficamos privados do contato e de acompanhar os seus primorosos artigos, cujo último, com o título Bilhões aos Deputados, foi publicado no dia 14 de novembro de 2011, no Jornal O Povo.
Por fim, o brilhante jornalista,falecido em 15 de novembro de 2011, em Fortaleza, permanecerá de forma indelével, na lembrança dos seus familiares, amigos e leitores, sendo oportuno lembrar a afirmação do apóstolo Paulo: “Combati o bom combate, completei a carreira e guardei a fé”.

A frase, do maior pregador Cristão da Europa e apóstolo por merecimento, adequa-se, perfeitamente, ao exemplo deixado por Temístocles, como frisamos no início deste artigo.
 

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter