sábado, 16 de fevereiro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Doria diz que texto da previdência está prestes a ser fechado

terça-feira, 12 de fevereiro 2019

Imprimir texto A- A+

Em “visita solidária” a Jair Bolsonaro (PSL), o governador João Doria (PSDB) disse, ontem (11), que o presidente está confiante de que receberá alta hospitalar nesta semana e já tem planos de se encontrar na sexta (15), em Brasília, com seu ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir “a reforma mais importante que o país tem pela frente”, a da Previdência.

Bolsonaro poderia até fechar na semana que vem o texto final sobre mudanças no regime previdenciário que será apresentado ao Congresso, segundo Doria.
Não chegaram a entrar em detalhes sobre pontos da reforma, como a idade mínima, afirmou o político tucano, que disse ter brincado sobre o status de vizinho do presidente -o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, fica a metros do hospital Albert Einstein.

Bolsonaro está internado no local desde o dia 27 de janeiro, após uma cirurgia para reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia que carregava como consequência da facada que levou em setembro.

Doria disse que, no próximo dia 30, os chefes do Executivo dos estados se reunirão com Guedes no Fórum dos Governadores. Assunto em pauta: a reforma da Previdência.

Minutos após deixar o hospital, o tucano postou no Twitter uma foto com o presidente e afirmou ter ficado feliz por vê-lo se recuperando. Completou a mensagem com a hashtag #ForçaPresidente.

Mais cedo, o ministro Onyx Lorenzoni também havia dito que o presidente deve receber alta nos próximos dias.
No sábado (9), o mandatário iniciou uma dieta pastosa (creme de legumes com carne batidos no liquidificador, creme de pera e tomou picolé de limão), um avanço em seu quadro clínico após o diagnóstico de pneumonia. O próximo passo é ingerir sólidos.
A previsão é que Bolsonaro termine seu tratamento com antibióticos na quinta (14), mas seus médicos ainda nada disseram sobre ele sair do hospital no dia seguinte -quando, segundo Doria, ele espera encontrar Guedes.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter