28 C°

domingo, 19 de novembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Em vídeo, Ciro prega cautela e diz que momento exige “olhar para a Constituição”

sexta-feira, 19 de maio 2017

Imprimir texto A- A+

Pré-­candidato à Presidência da República, o ex­-ministro Ciro Gomes (PDT) gravou um vídeo em que prega cautela diante das respostas especuladas no meio político para as denúncias que envolvem o presidente Michel Temer e as principais lideranças do governo federal. Sem entrar em detalhes, o pedetista disse que o momento exige reflexão e que a solução para a crise política brasileira, a exemplo do que ocorre em nações civilizadas, passa pela Constituição.

Além disso, Ciro descartou a possibilidade de concorrer a presidente numa eleição indireta. “Eu não vou a cargo nenhum se não for pela mão do povo”, disse Ciro ao responder a pergunta de um jornalista sobre a hipótese de disputar uma eventual eleição indireta.
Entre as possibilidades cogitadas no meio político após as denúncias contra o presidente, estão o impeachment de Temer, sua renúncia ou cassação da chapa Dilma/­Temer pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Temer, porém, já informou que não irá renunciar.
Segundo Ciro, é preciso aguardar os desdobramentos das denúncias e “olhar para a Constituição”. “É preciso essa palavra de paz e tranquilidade, mas de vigilância para que a pressa na eventual resposta a essa chocante notícia não seja uma má conselheira”, disse.

outros destaques >>

Facebook

Twitter