domingo, 18 de novembro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Meirelles promete ‘botão do pânico’ contra feminicídio

sexta-feira, 14 de setembro 2018

Imprimir texto A- A+

O presidenciável Henrique Meirelles (MDB) subiu o tom na defesa da segurança pública, tema que favorece o concorrente e líder nas pesquisas Jair Bolsonaro. (PSL). Nesta quinta-feira (13), durante sabatina promovida por Folha, UOL e SBT, ele prometeu que, se eleito, vai criar um “botão do pânico” para combater o feminicídio no Brasil.

O candidato detalhou a ideia, explicando que se trata de um dispositivo que poderá ser requisitado em delegacias da mulher ou por telefone quando as mulheres que se sentirem ameaçadas. “Ela recebe um botão conectado eletronicamente. E no momento em que se sente ameaçada, aciona o botão e a delegacia mais próxima atende imediatamente tendo viatura e sistemas de comunicação”, disse.

Segundo Meirelles, esse sistema funcionaria também para reduzir a pressão das ameaças porque intimidaria os agressores. “Já existe um projeto inclusive aqui em São Paulo mas nunca funcionou. Faltou competência para implementar”, disse Meirelles, aproveitando para criticar o concorrente tucano Geraldo Alckmin.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter