sábado, 13 de outubro de 2018.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Para Haddad, proposta de Bolsonaro é um ‘pequeno desastre’

quarta-feira, 19 de setembro 2018

Imprimir texto A- A+

Candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad chamou de pequeno desastre a proposta apresentada pelo guru econômico de Jair Bolsonaro (PSL). Apresentado por Bolsonaro como seu ministro da Fazenda, Paulo Guedes pregou a adoção de alíquota única do Imposto de Renda.

Segundo Haddad, esse modelo penaliza os pobres e beneficia os ricos. “Uma campanha disse hoje que baixar o imposto dos ricos e aumentar dos pobres”.

Haddad disse que é contra a reedição da CPMF.

Questionado sobre o perfil ideal de seu ministro da Fazenda, respondeu “o meu”, um nome que não seja sectário.

O presidenciável disse ainda que há um acerto democrático a ser feito no dia 7 de outubro, data do primeiro turno.

Agência Brasil

Investindo no modelo paz e amor, ele disse, no entanto, que o Brasil está cansado da intolerância que se vê nas ruas. “Não queremos ofender ninguém. O Brasil está cansado de ofensas, de xingação”.

Em um aceno aos eleitores do centro-esquerda, Haddad disse querer paz, um Brasil de progresso e oportunidade.

Sobre as pesquisas, Haddad apelou para que os militantes trabalhem com afinco para consolidar sua posição no segundo turno.

CIRO

Haddad respondeu ao adversário do PDT, Ciro Gomes, segundo quem o Brasil não suporta mais um presidente fraco.

Como Ciro fez o comentário em alusão a Haddad, o petista o respondeu, dizendo que o futuro presidente do Brasil precisa de firmeza e ter autocontrole.

Fonte: Folhapress

Mais conteúdo sobre:

Haddad Ciro Bolsonaro

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter