quinta-feira, 20 de junho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Audiência tensa

Solange Palhano

Colunista - + CADERNOS

sexta-feira, 05 de abril 2019

Imprimir texto A- A+

Ministro da Fazenda, Paulo Guedes, compareceu à CCJ da Câmara dos Deputados, para prestar esclarecimentos sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma da previdência. O clima ficou tenso com as intervenções dos deputados de oposição. O ministro estava totalmente desamparado pelos deputados que se dizem apoiadores do Governo. Ele foi entregue às “cobras”.

Oposicionistas queriam que o ministro explicasse como era o sistema de capitalização. Alegaram como é que vão aprovar a capitalização se os detalhes só serão conhecidos por lei regulamentar. Citaram o sistema chileno, que adota a capitalização e paga benefícios pequenos. O ministro na ocasião não muito paciente, em tom irônico falou da renda per capita dos chilenos e disse que bom lugar para morar é na Venezuela.
Outros dois pontos polêmicos são o benefício de prestação continuada e a aposentadoria rural.

Um trabalhador rural jamais pode ser igualado ao urbano. Trabalham em sol escaldante, com serviços pesados. O problema é que não há uma fiscalização. Sindicatos e associações rurais, juntos com advogados, aposentam pessoas que nunca trabalharam no setor rural.
Sobre privilégios, deu como exemplo a aposentadoria dos parlamentares. “Aposentadoria média no legislativo é 20 vezes a aposentadoria do INSS. O trabalhador recebe de R$ 1,3 mil a R$ 1,4 mil. Aqui, no Legislativo, a média é R$ 28 mil”, afirmou o ministro durante sessão com 66 parlamentares.

Paulo Guedes errou, porque não se manteve frio e bateu boca com os parlamentares. Quando foi questionado sobre a previdência dos militares, acusou os deputados de medrosos, porque eles são os que poderiam tirar os privilégios.

A audiência foi encerrada após o deputado Zeca Dirceu, do PT, agredir com palavras “chulas”. O ministro exigiu respeito e o que foi dito sobre ele devolveu dizendo que eram a mãe e a avó do parlamentar.
Isso é um absurdo. Deputados têm de agir com seriedade para o momento que estamos passando. Pensar no País e nas futuras aposentadorias. Fazer oposição só por fazer é muita irresponsabilidade.

Se continuar nesse nível, as discussões, e o Governo não partir para defender a reforma, mostrar à população que é necessária vamos ser uma futura Grécia.

Ricardo Cavalcante na presidência da Fiec
O empresário Ricardo Cavalcante, mostrando sua competência à frente da Diretoria de Administração da Fiec, será o novo presidente da entidade, em eleição com chapa única. A aclamação está marcada para o próximo dia 16 e a posse para o final de setembro. Compõem ainda a chapa o primeiro-vice-presidente, Carlos Prado; os três vice-presidentes, André Montenegro de Holanda, Roseane Oliveira de Medeiros e Jaime Biscanta; o diretor administrativo, Luiz Francisco Joaçaba Esteves; o diretor administrativo adjunto, Germano Maia Pinto; o diretor financeiro, Edgar Gadelha Pereira Filho; o diretor financeiro adjunto, José Agostinho Carneiro de Alcântara; além de demais diretores, conselho fiscal e delegados representantes junto à CNI.

Tenor no RioMar Fortaleza
Thiago Arancam, um dos tenores mais respeitados do País, estará se apresentando, hoje, às 21 horas, no teatro do RioMar, com o show “Bela Primavera”. Com repertório de ópera pop, o show faz uma releitura de grandes sucessos mesclando a música pop com a ópera. Serão apresentadas canções em inglês, espanhol e italiano. Entre os hits, estão “Viva La Vida”, do Coldplay; “Hallelujah”, de Leonard Cohen; “Crazy”, de Seal, e “Who Wants to Live Forever”, do Queen.

Exporecicla no Centro de Eventos
O Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos, Domésticos e Industriais do Ceará, Sindiverde, realiza, de 13 a 15 de junho, no Centro de Eventos, a Exporecicla. Esta edição entrará no calendário internacional, com a presença do secretário de Estado de Portugal, Carlos Martins. A expectativa é que 3 mil pessoas visitem a feira, o ingresso será um quilo de alimento. Clecilda Beserra confere tendências na Feira Internacional de Milão.

Presidente José Sarto cobra igualdade de tratamento para os nordestinos

No encontro dos parlamentares nordestinos, no Maranhão, o presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto, cobrou um olhar mais “carinhoso” de Bolsonaro para com o Nordeste. “O governante que ganhou a eleição legítima, seja governante de todos os brasileiros e, acima de tudo, dos nordestinos, que já somos muito castigados pelo tempo e pela História”, argumentou. Nesta sexta-feira, parlamentares do Maranhão, Piauí e Paraíba estarão reunidos, no Auditório Murilo Aguiar, na Assembleia, em audiência pública para lançar a Frente Parlamentar em Defesa do Banco do Nordeste.

Ferrovia Eyewear
na 49a edição Mido, em Milão

Diretora da Ferrovia Eyewear, Clecilda Beserra, aterrissou na cidade de Milão, na Itália, para conferir a 49a edição Mido – Exposição internacional da oftalmologia, óptica e optometria. Considerada a principal feira do setor, ela reuniu expositores modernos e óculos que serão referência no mundo da moda, apresentados por profissionais de 159 países.

A empresária cearense volta cheia de novidades para sua grife e já adianta que modelos redondos e estilos geométricos hexagonal e octogonal são as principais tendências do momento e já ganharam destaque nas coleções da sua marca.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter