30 C°

sexta-feira, 20 de outubro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

E se Tasso retornar?

Julieta Brontee

Colunista - + SUPLEMENTOS

sexta-feira, 17 de março 2017

Imprimir texto A- A+

Em meio à barafunda em que se transformou a situação política do Brasil, o brasileiro, de tanto se preocupar com más notícias que só trazem desencanto, esquecem-se até dos fatos positivos que poderão ocorrer nesse campo. Um deles é a possibilidade de retorno do senador Tasso Jereissati ao governo do Ceará. Tasso, hoje um político amadurecido e respeitado em todo o País, atingiu nível de confiabilidade que o credenciam até a chegar à presidência da República, tarefa que ele, com a mais absoluta certeza, realizaria com eficiência mil vezes maior do que a atrapalhada Dilma.

Embora o estado tenha hoje a governá-lo um Camilo Santana que se destaca pelo empenho em bem governar, este carrega consigo um estigma cruel, que é o de continuar pertencendo, seja lá de que maneira for, aos quadros de um PT que só infelicidade trouxe ao País enquanto esteve à frente do poder federal. Assim, se ele persistir em permanecer nesse partido, os seus apoiadores já sabem das dificuldades que ele terá para fechar este mandato e tentar a reeleição. Os nomes para o lugar de Camilo abundam, mesmo que, em sua maioria não despertem entusiasmo.

Para a eleição de 2018, há muitas dúvidas se o senador Eunício, por vários motivos, tentar novamente o Palácio da Abolição. O jovem Capitão Wagner ainda não amadureceu o suficiente para galgar essa posição. Diante disso, crescem as especulações de que o PSDB vai mesmo disputar esse cargo, como defende e deseja ardentemente o presidente regional tucano, Luiz Pontes. Isso sendo confirmado, já haveria a certeza antecipada de que o Ceará teria a governá-lo um político e gestor cuja ação renovadora o fez avançar várias décadas em seus três mandatos.

FANATISMO – Enquanto o deputado Heitor Férrer (PSB) fazia pesadas críticas aos desmandos nos governos do PT, outro socialista, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, prepara palanque para bajular os ex-presidentes Lula da Silva e Dilma Rousseff, aos quais será permitido “reinaugurar” a entrada das águas da Transposição naquele estado, já inaugurada no dia 10 pelo presidente Temer. Além de um ato de bajulação, um “show” de fanatismo daquele governante.

MINA RICA – A multiplicação das denúncias contra figurões da política e do empresariado tem representado um verdadeiro e rico período das “vacas gordas” para uma categoria que andava meio “capionga” pela mediocridade de muitos a quem já faltava trabalho: a advocacia. Haja vista a fortuna que muitos advogados de renome e suas bancas advocatícias estão faturando e irão faturar nas costas de “petroleiros”, “propineiros”, uns para se livrar do xilindró, e outros para saírem dele.

É BRASIL, GENTE! – Virou costume ver casos de dois pesos e duas medidas, principalmente em certos setores da Justiça. Com as penitenciárias superlotadas de autores de pequenos furtos, um criminoso do nível do goleiro Bruno, que mandou assassinar a namorada e deu sumiço no corpo dela, além de ter sido liberado por falta de um segundo julgamento, além de estar livre e solto, ainda encontra um tal time Boa=MG, que o contrata pera defendê-lo. Ou seja, o crime compensa.
TUDO BEM, MAS… – Elogiável o prefeito RC reunir os diretores dos 10 hospitais, visando ampliar as internações e consultas, integrar essas unidades para uma ação conjunta, e dar credenciamento internacional para o IJF e o Hospital da Mulher Zilda Arns. Tudo bem, mas seria extremamente bom para toda a população mais pobre de Fortaleza, se não continuasse faltando remédios na maioria dos Postos de Saúde, o que deixa muita gente sem poder aliviar suas doenças.

AVANÇANDO – O laboratório de fármacos da Fundação Instituto Osvaldo Cruz, com produtos regionais, uma das grandes conquistas do Estado do Ceará nos últimos anos, está no ponto para ser inaugurado. Para isso, o responsável por aquela unidade, o cearense Carlile Lavor, a presidente da FIOCRUZ Nísia Trindade, que veio conferir aquela obra. Segundo o Dr. Carlile, com esse laboratório, o Ceará passa a ser grande celeiro de plantas medicinais do Nordeste e do País.

CORRERIA – Num país em que a maioria dos profissionais recém-formados e até os mais experientes se acham em dificuldades para encontrar emprego de boa qualidade, deverá haver uma grande correria de advogados por um cargo de bom nível,ou seja,o de Defensor Público Federal, para o que a DPF anuncia novo concurso para essa categoria, para quem tiver pelo menos três anos de experiência. Não é de jogar fora um salário de R$ 25 mil, e com vários outros direitos.

outros destaques >>

Facebook

Twitter