sábado, 25 de maio de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Extintos

Rubens Frota

Colunista - Economia

quinta-feira, 14 de março 2019

Imprimir texto A- A+

O Governo publicou decreto, no Diário Oficial, para extinguir 21 mil cargos, funções e gratificações do Poder Executivo federal. São 6.587 cargos, que estão vagos, foram extintos de imediato. O restante, que está ocupado, será extinto até final de julho. A previsão do Governo é que a medida gere economia de R$ 195 milhões por ano. Esse valor representa 0,05% do que o Governo estima que vai gastar com servidores em 2019 (R$ 326 bilhões). Os cargos comissionados são mais conhecidos como direção e assessoramento superior. Já as funções não estão associados a direção e, geralmente, rendem remuneração menor. As gratificações técnicas, por sua vez, são similares às funções, mas relacionadas com atividades específicas. As gratificações variam de R$ 62 a R$ 11,2 mil por mês – na média, porém, o Governo paga aproximadamente 570 reais ao mês por gratificação.

Corte
O Ministério da Economia informou que esses 21 mil que serão extintos até julho representam 16% de todos os 131 mil cargos, funções e gratificações existentes. Após esse processo, portanto, o número será reduzido para 110 mil. De acordo com o Governo, o corte de cargos comissionados atinge todos os ministérios, mas não vai comprometer a prestação de serviços à população.

Inadimplentes
O percentual de famílias com dívidas (em atraso ou não) no País atingiu 61,5% em fevereiro deste ano. Segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, a taxa é superior aos 60,1% de janeiro deste ano e aos 61,2% de fevereiro do ano passado.

Em atraso
A parcela de inadimplentes, ou seja, aqueles que têm dívidas ou contas em atraso, subiu de 22,9% em janeiro para 23,1% em fevereiro deste ano. Apesar da alta mensal, o percentual ficou abaixo dos 24,9% observados em fevereiro de 2018.

Dívidas
Outro indicador que teve aumento de janeiro para fevereiro foi o percentual de famílias que não terão condições de pagar suas contas ou dívidas, o qual passou de 9,1% para 9,2%. Assim como a inadimplência, esse indicador ficou abaixo do registrado em fevereiro de 2018 (9,7%).

PIS Pasep
Começa a ser pago hoje o abono salarial PIS do calendário 2018-2019, ano-base 2017, para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em março e abril. O PIS é pago na Caixa Econômica. Também será liberado o Pasep, que é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil, para quem tem final da inscrição 8 e 9.

Liberado
A estimativa da Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia, é que R$ 2,796 bilhões sejam pagos a aproximadamente 3,8 milhões de trabalhadores. Em qualquer situação, mesmo para os que estavam em outros lotes e não sacaram os valores, o recurso ficará à disposição dos trabalhadores até 28 de junho, prazo final para o recebimento. O valor do abono varia de 83 a 998 reais, dependendo do período trabalhado formalmente em 2017.

Parceria
Marca com 29 anos de referência no segmento no Nordeste, a Pardal Sorvetes deve expandir, ainda mais, o seu público neste ano. É que, por meio de uma parceria iniciada em 2018, a marca tornou-se a fornecedora oficial da companhia KLM, com produtos servidos nos três voos semanais da KLM entre Fortaleza e Amsterdã e em quatro, a partir de abril.

Parceria II
A parceria aconteceu após o reposicionamento de marca da Pardal, que investiu em uma nova identidade visual, com produtos repaginados e novos sabores. Para 2019, após aceitação maciça do público, a ideia é que o produto cearense seja servido nos demais destinos da companhia.

Parceria III
“Recebemos prêmios nacionais e internacionais de design que ajudaram a Pardal a ser cada vez mais reconhecida no mercado e, com isso, conseguimos ser a marca escolhida em meio a tantas outras marcas nacionais. Para nós, esse é apenas o começo de mais um projeto de sucesso”, comentou Erikson Nascimento, gerente de Marketing da Pardal.

Destaque
O Banco Central do Brasil (BCB) divulgou o ranking das “Top 5” de 2018, participantes do Sistema Expectativas de Mercado, com as projeções econômicas mensais mais consistentes ao longo do ano passado. Participam da lista mais de cem organizações, incluindo as maiores instituições financeiras e consultorias de economia do país.

Destaque II
O Sicredi – instituição financeira cooperativa com 4 milhões de associados e atuação em 22 estados e no Distrito Federal – figura no Top 5 no ranking de inflação, estando presente tanto nas categorias Atacado (IGP-M) – em curto prazo (3ª posição) e médio prazo (5º lugar) –, quanto nas projeções da taxa de juros Selic (5ª colocação).

Destaque III
As classificações anuais do BCB são feitas a partir dos rankings mensais de curto e médio prazos, divulgados ao longo do último ano, atribuindo-se, a cada mês, notas que variam de zero (para o maior desvio em relação ao resultado mensal efetivo) a 10 (para o menor desvio em relação ao resultado mensal efetivo) e, então, calculando-se a média das notas mensais. O Sicredi também foi destaque no Podium de projeções do Prisma Fiscal, gerido pelo Ministério da Fazenda, no qual ficou na segunda colocação nas projeções de longo prazo para Dívida Bruta e na quarta posição em Arrecadação Federal.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter