terça-feira, 16 de julho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Imprensa proibida

Macário Batista

Colunista - Política

quinta-feira, 04 de julho 2019

Imprimir texto A- A+

A presidente Maria José Braga, da Federação Nacional dos Jornalistas, reclamou do fato de jornalistas terem sido impedidos de cobrir, no dia 24 de junho, a entrega da comenda Cidadã Fortalezense à ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, quando ela, na ocasião, representou a primeira-dama Michelle Bolsonaro. O evento ocorreu no Colégio Militar de Fortaleza, e os jornalistas só puderam cobrir o evento quando começou uma oração religiosa, que marcava justamente o final do evento. Espere aí; foi uma comenda ou o título de Cidadã de Fortaleza? Se foi cidadania da cidade, motivos quais o evento foi para uma instalação militar, mesmo sendo um colégio? Que tipo de representação da cidade poderá ter, a partir de então, a Câmara Municipal que se deixa sair de seu ambiente para uma unidade militar? Nada contra, mas fica claro que a Câmara e seus anfitriões, não queriam cobertura de imprensa, eis que impediram a imprensa de cobrir o evento. É inacreditável que isso de fato tenha ocorrido, se foi a entrega do título de Cidadania de Fortaleza.

Uma carta, uma oração
Luciano Arruda, pai, deixou suas pegadas na vida de 88 anos. Num desses caminhos, o trecho de carta para um filho: “…sua mãe e eu temos lutado para construir um núcleo de pessoas ajustadas, humildes e competentes, de espírito aberto para receber e usar a colaboração de outros, fazendo o mundo melhor do que ele era quando nós a ele chegamos.”

Tá brabo!
Continua o fechamento de casas de comércio em Fortaleza. A onda se abateu agora sobre restaurantes. Foram fechados Moana, Kazu e João do Bacalhau. Assim não dá.

Que horror!
Ministros do Supremo vão decidir se leis municipais podem proibir fogos de artifício. Gente esse povo do Supremo deve ter coisa mais séria a fazer.

Ufa!
Voltou a ter voo diário entre Fortaleza e Juazeiro do Norte. A Azul inaugurou o voo de ida FOR-JDO às 15 horas, fazendo a volta JDO-FOR às 17 horas.

Farinha pouca…
O senador Tasso Jereissati admitiu, em discurso, que um dos grandes desafios da economia brasileira é resolver a situação das contas públicas, consideradas por ele “o maior inimigo do crescimento no País”.

…Meu pirão
primeiro
Ao comentar os 25 anos do Plano Real, Tasso afirmou que “representou uma mudança fundamental no Brasil. Todos os projetos sociais, avanços que nós temos – educação, saúde, emprego, que tivemos nos últimos anos, e infelizmente perdendo agora, é graças ao Plano Real.

Vaias
A vaia comeu solta quando Heitor Freire, deputado federal que botou colegas pra fora das executivas do partido, entrou no saguão do aeroporto Pinto Martins.

Onde é
Pra quem não sabe, o nome do aeroporto de Fortaleza é Pinto Martins e Heitor Freire foi vaiado porque os movimentos sociais que bradavam contra a nova previdência o viram.

Negou-se
Questionado sobre se diria alguma coisa com relação à Câmara, entregar título de cidadania em unidade militar, fora de seu plenário, Acrísio Sena disse que não iria falar mal da Casa.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter