segunda-feira, 25 de março de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Intolerantes ou intolerância?

Macário Batista

Colunista - Política

terça-feira, 29 de janeiro 2019

Imprimir texto A- A+

 

Juro, de pés juntos, beijando os dedos em cruz, que não consigo engajar um único pensamento, uma reflexão conexa e definitiva sobre o momento do mundo. Acho que sobrou a mim um congelado da novela das oito, que saiu, só agora o bloco de gelo que vitimou, e salvou, a família do… blá, blá e blá. Nem Marocas, com sua visão de sociedade moderna, nem Samuca com o empreendedorismo humano que desenvolve na Sanvita, conseguem inocular em mim o vírus da calma e da prudência em tratar do assunto “Tolerância”. Ninguém suporta mais nada. Um esbarrão de ombro, num mercado cheio, e neguim já grita: Tá doido? Olha por onde anda, cacete! Um olhar enviezado pruma menina, numa mesa, já excita a namorada dela a gritar; Tá olhando o quê? Respeita mulher alheia! Um comentarista da Band News falou de uma dessas artistas da modernidade, uma senhorinha enorme de gorda, mas artista. Disse, num quadro de televisão, que não a aceitaria lá, a não ser que ficasse magra. Foi a gota d’água. O homem tá apanhando até hoje nas redes sociais, sendo esculhambado e tratado por um termo que nem sabia que exisia: Gordofobia. Uma coisa de uma intolerância exacerbada, como se fosse obrigado ao cidadão gostar de gregos, troianos, otomanos e soteropolitanos. E fica no ar, num gesto politicamente incorreto da nossa parte, pelo menos, uma pergunta que, provavelmente, será mal-respondida: a gente tem de suportar calado a intolerância ou os intolerantes? E olhe que não falei nem um tiquim do universo político, onde a intolerância virou ódio. Ê ê!!!

Conversa fiada. As contas de luz vão permanecer com bandeira verde no mês de fevereiro, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Isso significa que não haverá cobrança extra para os consumidores. A bandeira verde está em vigor desde dezembro. As duas variáveis que definem o sistema de bandeiras tarifárias são o preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e o nível dos reservatórios das hidrelétricas. Pois fique sabendo que no Ceará vai ter aumento. Ô povim, viu!

Protagonista
Cid Gomes está armando um novo “centrão” no senado. Ele quer a arrumação de um grupo de partidos que não estariam atrelados ao Governo nem em oposição ferrenha. Uma espécie de liberdade pra bater e assoprar, dizem os entendidos. E não é pra levar vantagem, teria dito o irmão do Ciro.
Caça ao tesouro
Processos julgados pelo Tribunal de Contas do Estado do Ceará, próximos a prescrever, determinam a agentes públicos o ressarcimento de mais de R$ 428 mil a cofres municipais:
Quem deve o que
Os valores deverão ser devolvidos em quantias atualizadas monetariamente, já que se referem a atos praticados nos exercícios de 2009 e 2011, respectivamente: R$ 221,8 mil a Uruoca e R$ 207 mil a Maracanaú.
Mudança nos prazos
Tais processos estariam prescritos, impossibilitando a recuperação dos valores, caso o TCE não houvesse, em novembro de 2017, alterado entendimento do extinto TCM quanto à contagem do prazo prescricional.
Ações do BNB ano passado
Os mini e pequenos produtores rurais fecharam 2018 com crescimento de 16% no volume de contratações com o Banco do Nordeste.
Grana sobrando
Ao todo, foi aplicado R$ 1,3 bilhão para o segmento em 2018, valor superior ao montante de R$ 1,1 bilhão financiado em 2017.
O Fundo é daqui mesmo
Os recursos são oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter