30 C°

sexta-feira, 20 de outubro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Licenciamento ambiental

Tarcília Rego

Colunista - O Estado Verde

terça-feira, 18 de abril 2017

Imprimir texto A- A+

Câmara dos Deputados pode votar a qualquer momento projeto que cria a Lei Geral do Licenciamento Ambiental (PL 3729/04). A votação, em regime de urgência, é mais um desserviço para o país.
A norma afeta drasticamente a vida de todos os brasileiros e não deve ser votada sem transparência e participação da sociedade, em especial em um momento tão conturbado, de instabilidade política e socioeconômica como a que o país enfrenta.
Em nota, a Fundação SOS Mata Atlântica afirma que “flexibilizar o licenciamento ambiental para favorecer setores pontuais traz enormes prejuízos à sociedade e ao ambiente no Brasil e acaba com a oportunidade de construir uma proposta capaz de transformar o licenciamento ambiental em um instrumento ágil e moderno, que equilibre desenvolvimento e sustentabilidade.”

Faltou dinheiro para as demandas sociais porque sobrou na conta dos políticos e empresários corruptos. Toda a cúpula política envolvida nesse lamaçal de corrupção vai ter que se explicar. O PT principalmente!
Fico pensando, por que o ex-presidente Lula da Silva, ao invés de pedir ao Emilio Odebrecht o favorzinho de construir o estádio do Corinthians, não pediu para ele construir escolas e hospitais no Nordeste? O dinheiro gasto no Itaquerão poderia ter resolvida muita coisa na educação e saúde na Região.

Na lógica empresarial Odebrecht uma empresa só cresce se pagar propina, na maioria dos políticos, só se elege aqueles que entram nos esquemas de propina. Agora está explicado por que muitos não conseguiram mais se reeleger. Aqui no Ceará, inclusive.
O resultado social dos 13 anos do PT no poder é ínfimo, se comparado a riqueza roubada do Brasil para locupletar a família Lula da Silva e todos os homens do presidente – Dirceu, Palocci, Mantega, Gilberto etc. e etc.

A piada do dia: “Odebrecht Ambiental é a empresa da Organização Odebrecht que desenvolve soluções para a preservação dos recursos naturais e melhoria na qualidade de vida das pessoas através de sua atuação nos segmentos de água e esgoto, utilities e resíduos.”
Fundação Banco do Brasil acaba de divulgar Relatório de Atividades 2016. Publicação traz prestação de contas do último exercício anual e contempla as principais realizações, a comunicação com a sociedade e a gestão da Instituição. Documento relata atuação em 505 municípios, com atendimento a mais de 167 mil participantes.

Antônio Rocha Magalhães acaba de ser indicado pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga, para receber o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa. O economista é o cearense mais dedicado – quiçá, o brasileiro – à preservação do bioma.
Aplausos, nada mais merecido! Ele é um exemplo e tanto. Em 2015 indiquei o nome dele para a premiação, quem levou foi o incomparável Renato Aragão, da FIEC. Nada mais merecido, também.
AMC andou pelo entorno do jornal O Estado e multou carros. Mas a “esbórnia” continua. Cidadãos, sem qualquer respeito à legislação de trânsito, estacionam seus veículos aonde bem entendem. Cidadania zero, uma vergonha! Depois, fica todo mundo falando mal de político. Ética é para toda e qualquer situação.

outros destaques >>

Facebook

Twitter