30 C°

quarta-feira, 20 de setembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Modelo pioneiro

Fernando Maia

Política

quarta-feira, 13 de setembro 2017

Imprimir texto A- A+

Fortaleza terá um dos mais modernos e arrojados modelos de segurança com a implantação do Plano Municipal de Proteção Urbana – PMPU, do vice-prefeito Moroni Torgan, que será inaugurado, em outubro, no Jangurussu e Goiabeiras, áreas do mais alto nível de insegurança. Trata-se de projeto crucial para toda a população da Capital. Nesse sentido, vale a experiência do xerife Moroni. O plano é dividido em ações de prevenção primária, de lazer, iluminação e urbanização; ações secundárias, culturais, educacionais e esportivas; e ações terciárias abrangendo vigilância eletrônica, patrulhamento e vigilância comunitária. Cada bairro ganhará torre de observação com 40 câmeras e dispositivos em X, modernos drones e, principalmente, a ampliação dos efetivos da Guarda Municipal. Com essa inovadora experiência a cidade de Fortaleza sairá das improvisações que beneficiam a criminalidade. Em seu entusiasmo, Moroni Torgan afirma que o PMPU é pioneiro não só no Ceará, mas no País e até no âmbito internacional. O vice-prefeito tardou em mostrar o seu conteúdo profissional, buscando um termo de compromisso que justifica a sua escolha para secundar a administração Roberto Cláudio. É o que dele se esperava para por fim ao crescente avanço da marginalidade.

Força de Tasso. Na manhã de ontem, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, presidida pelo senador Tasso Jereissati (PSDB), aprovou a contratação de empréstimo de US$ 133 milhões, para o Ceará junto ao BID, destinados ao Programa de Expansão e Melhoria da Assistência Especial e Saúde do Estado. Bem que o senador tucano poderia dar uma forcinha em projetos aprovados e não liberados pelo Palácio do Planalto.

O outro Não vamos esquecer o empenho do senador Eunicio Oliveira. Por ser mais identificado com Michel Temer, aprioristicamente teria mais força para encaminhar pleitos do Ceará em Brasília.

Em Off Ontem, um parlamentar do PMDB fazia rasgados elogios ao governador Camilo Santana. “Não persegue ninguém, os seus embates são éticos e vem fazendo um bom governo”. Emitiu conceitos em off, o que implica na não divulgação do seu nome.

Pelos afagos O PMDB, como se pode deduzir pelos afagos a Camilo Santana, é um partido que vem se fragmentando a serviço do Governo. O seu presidente bem que tem tentado reagrupá-lo, mas está difícil.

Frente Como os partidos ideológicos esqueceram o tema, o presidente Salmito Filho conseguiu aprovar a Frente Parlamentar em Defesa dos Moradores de Rua, dividindo o mérito da iniciativa com todos os vereadores da Casa.

Prejudicados Deputados estaduais, referindo-se às dificuldades para a criação e elaboração de boas matérias, queixam-se da falta de aptidão de assessores por eles escolhidos. Bons assessores existem ao alcance de todos, desde que se pague bem.

Inovação Por iniciativa da desembargadora Neílde Nogueira, presidente do TRE, o pleito-2018, em Fortaleza, deverá contar com a participação de universitários, nas seções eleitorais, como mesários.

Nova Região Tramita, na AL, proposta para a criação da quarta Região Metropolitana, em Crateús, abrangendo 11 municípios que lideram a produção de grãos no Estado. É justo e oportuno que se incentive o seu crescimento.

Amado Poucas vezes se viu em Icó, uma demonstração de bem querência tão grande, como no sepultamento do ex-deputado Oriel Nunes. Camilo Santana e Zezinho Albuquerque foram.

“Se os proprietários de partidos mudarem os nomes, mas não os atos e atores, quase todos viciados, não haverá nenhuma mudança na vida política, eleitoral e partidária”. Deputado Fernando Hugo (PP).

outros destaques >>

Facebook

Twitter