domingo, 15 de setembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Parlanordeste – A Carta

Macário Batista

Colunista - Política

segunda-feira, 01 de abril 2019

Imprimir texto A- A+

 

Dos nove, só cinco, com reais interesses em suas comunidades, compareceram ao terceiro encontro do ParlaNordeste, o parlamento criado para discutir, estudar e defender os interesses da região nos mais diversos segmentos da vida nacional. Ceará, Piauí, Bahia, Paraíba e Maranhão, o anfitrião, foram os presentes à reunião que cuidou, no todo, e em resumo, não aceitar a reforma da previdência, tal como se apresenta. E mais: reduzir o BPC para R$400,00, retirar a previdência do amparo institucional e destacar que o processo de capitalização significa mercantilizar a seguridade social. Com pedido especial do presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, José Sarto, o Dnocs teve sua legenda incluída na Carta São Luís. O documento, assinado pelos cinco Estados presentes, cuida do departamento de secas como orgão definitivo para o Nordeste, com história, competência e em risco de sofrer sérios danos se não foi cuidado com o respeito que merece. Outro ponto em debate, foi o perigo que corre o Banco do Nordeste, empresa superavitária, lucrativa e de decisiva contribuição para a vida empresarial, política e social da região, ameaçada de ser engolida pelo Bndes. Grupos corporativos fora do Nordeste trabalham nas camarinhas do poder pelo fim do BNB com todo seu potencial a ser incorporado ao distante banco de desenvolvimento nacional que não conhece os problemas regionalizados. José Sarto fez esses destaques à frente da delegação de parlamentares nordestinos, os cearenses, como ele, José Sarto-presidente, Walter Cavalcante, Acrisio Sena e Daniel Oliveira.

Sarto destaca o Dnocs. O Presidente da Assembleia do Ceará, José Sarto, pediu destaque especial para o Dnocs na Carta São Luís divulgada logo após o terceiro encontro do ParlaNordeste, na Assembleia Legislativa do Maranhão. José Sarto foi eleito Secretário-Geral do orgão parlamentar regional neste ano enquanto Otellino Neto, do Maranhão, foi escolhido presidente.

E assim será…
A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou o projeto de lei ordinária 66/2016, que assegura o reajuste dos professores municipais de acordo com o Piso Nacional da categoria, estipulado pelo Ministério da Educação. Ministério deu 4,17% para 2019.
Freio de arrumação
Como a Prefeitura já havia concedido reajuste de 3,71%, os vereadores aprovaram um adicional de 0,4436% , conforme pediu o prefeito Roberto Cláudio, para chegar ao valor determinado pelo Ministério.
Bate…
“O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), torna pública nota técnica discordando da iniciativa de liberação de bebidas nos estádios.”
Rebate
Francisco Ronaldo Marinho(no face) Hoje, o torcedor bebe rápido fora da Arena, ainda tenta burlar a revista policial com os famosos “celulares de cana “ e após empanturrar-se de cerveja e cana, entra no estádio com muito mais chances de rápida embriaguez, do que se ingerisse civilizadamente.
Até o número 1 cansou
Foi tanta lambança no Ministério da Educação que o gringo papocou com linha, carretel e tudo. Não se sabe ainda se Bolso agradeceu pelo desempenho.
Esperança
Na semana passada o No 1 havia botado como vice na Educação um novo fardado. Mais um. A expectativa é, se for efetivado no comando,que tenha pelo menos lampejos de Jarbas Passarinho.
Estava assim no sábado
A nomeação do tenente-brigadeiro Ricardo Machado Vieira, para o cargo de secretário-executivo do Ministério da Educação, é vista nos bastidores do Planalto como ultimato ao ministro Ricardo Vélez Rodríguez.

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter