32 C°

domingo, 17 de dezembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Porque o PT não retorna

Mais informações de Fernando Maia: e-mail: fernandomaia@oestadoce.com.br blogdofernandomaia.zip.net

Fernando Maia

Colunista - Política

quinta-feira, 07 de dezembro 2017

Imprimir texto A- A+

O PT, com o seu líder maior e suas principais lideranças nas prisões ou a caminho, enfrenta consideráveis obstáculos à tentativa de retornar ao Palácio do Planalto. Os exemplos são muitos, mas um deles já teria levado ao impedimento e à cadeia governantes ou candidatos em países onde a ética de gestão funciona e é respeitada. É o caso da decisão do governo Temer de virar o ano com 500 mil funcionários a menos nos ministérios e estatais para economizar alguns bilhões de reais.

O número estapafúrdio não ocorreria em países com limitados quadros funcionais. Quem traz uma explicação lógica para esse absurdo em que o PT e Lula meteram o País, não é nenhum tucano furibundo, nenhum liberal despeitado ou marqueteiro lesado, mas sim o jornalista e ensaísta peruano Álvaro Vargas Llosa, filhe de Mário Vargas Llosa, Prêmio Nobel 2010 de Literatura.

Para ele, se existe uma conexão importante entre as práticas políticas dos bolcheviques russos e lulopetistas, ela está na forma de organizar o poder para, a pretexto de agir em nome do povo, assegurar a permanência do partido governando. Na Rússia de Lênin e Stalin, diz ele, implantou-se uma abominável “nomenklatura”, ou seja, a desenfreada e ilimitada criação de cargos de confiança, destinada aos filiados, militantes e dirigentes do partido comunista. No Brasil, embora Lula jurasse de pés juntos que o seu governo jamais teve bases leninistas, foi exatamente isso o que aconteceu.

O que se viu foi o aparelhamento do Estado não só para acomodar aliados, como para converter instituições como a Petrobras em usinas financeiras para a eleição de políticos do PT e do PMDB. Diante desse e de outros péssimos exemplos mostrados à Nação, o PT terminou mandando às favas o seu orgulho de partido democrático e pluralista. Ou seja, quis fazer do Brasil país de um partido só e se autodestruiu.

Danilo, o forte Mostrando estar com a bola toda, o deputado Danilo Forte, além dos ministros Baudi, das Cidades e Mendonça, da Educação, terá o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para abonar a sua ficha no DEM.

Exploração. O deputado Sérgio Aguiar insiste em informar que não falou em convênio do Governo com hospitais da União, mas do Estado. Nenhum plano de saúde fará diferença nos elevados preços cobrados dos seus associados. A exploração continuará a mesma e a ideia ainda mais infeliz.

É sério. Ontem, na AL, denúncia grave do deputado Renato Roseno (Psol): a Cogerh usa tecnologia petrolífera cavando até 80 metros, uma ameaça para o aquífero da região do Pecém .

Beneficiando. Já se encontra no Legislativo mensagem do governador Camilo, criando gratificação de risco para servidores da Agência do Desenvolvimento Agrário, projeto de autoria do deputado Audic Mota (PMDB).

Refinaria. Em São Paulo-SP, ontem, o governador Camilo tratou com os chineses do financiamento da refinaria que o Lula prometeu, prometeu, e prometeu, sem nunca cumprir. Vai buscar lá fora o dinheiro que encurtou aqui.

Milagre dos peixes. Não é todo estado que consegue din-din da nascente República Democrática da China. Só passa pelo crivo estado ficha limpa, com suas contas em dia e com conceito de bom pagador, imagem construída a duras penas pelo secretário Mauro Filho, autor do nossos milagre dos peixes.

Muito além. Além do importante compromisso em torno da refinaria, o acordo com os chineses inclui também um termo de parceria no campo da saúde, outra área crucial para a população do estado.

Natal amargo. Um Natal bastante amargo é anunciado pelo Governo Federal para quem trabalha na educação básica: por decisão do Planejamento, serão reduzidos em 50% os recursos federais destinados ao Fundeb.

“A vocação do político profissional, em geral, é fazer de cada solução um problema”. Woody Allen, cineasta norte-americano.

outros destaques >>

Facebook

Twitter