quarta-feira, 17 de julho de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Superando politicagem

Fernando Maia

Colunista - Política

segunda-feira, 29 de outubro 2018

Imprimir texto A- A+

 

Semana passada, quando a mídia se ocupava das futricas da sucessão presidencial, uma notícia aflorou no vazio de brigas entre extremos: a Zona Franca do Ceará, ao participar da XXII Conferência de Zonas Francas das Américas, na cidade de Guatemala, foi classificada pelo Foring Direct Investiment, órgão do maior jornal europeu de economia e finanças, o Financial- Times, como uma das mais importantes do mundo. Enquanto outros estados estão sem expectativas de crescimento, a nossa zona franca estratégica para o País e para o continente, ganhou em cinco categorias: indicação para Pequenas e Médias Empresas; Especialidade em Aço; Práticas de Sustentabilidade, Melhor ZPE de Tecnologia Implantada, e crescimento de Exportação. Com repercussão mundial, mereceu a condição de modelo para zonas francas no Brasil. Capaz de atrair investidores de todos os continentes, a ZPE-CE com sua potencialidade terá amplitude mundial e, segundo o seu presidente, Mário Lima Júnior, além de uma futura mina de recursos por se achar dentro de área alfandegada, é uma vitória contra a burocracia que prejudica a economia e entrava os avanços fiscais de grandes empreendimentos.

No olho do furacão. Contrariando o seu gênio explosivo e fama de palrador, Ciro Gomes, com habilidade, deu o pontapé inicial de nova rota rumo ao Planalto 2022. Em poucas e sensatas palavras, livrou-se de acordos que poderiam complicá-lo junto aos que o queriam, e querem, presidente. Está consciente e disposto a trabalhar residindo em São Paulo, bem no olho do furacão eleitoral do País.

Franco-atirador
Depois de votar, Ciro foi pragmático nas suas declarações à imprensa: fará oposição a qualquer um dos presidenciáveis eleito. Deixou de lado a mecânica política que recomenda adesão aos vitoriosos, recusando-se a participar de conchavos políticos.

Via sinistra
Soldado Noélio assume mandato caminhando pela via sinistrada da marginalidade, acusado de estuprar uma menor de 16 anos. O caso será o primeiro grande desafio da mesa diretora em 2019. Nunca houve precedente na casa.

Autonomia . Evandro Leitão (PDT) destaca importância do PLC sobre a autonomia do Ministério Público com lei orgânica e estatuto reformados. Sem “rabo de palha’, reforça o parquet.
Copiando Dilma . Dilma, em 2014, quebrou a Eletrobras, reduzindo tarifas de energia para se reeleger. Haddad prometeu reduzir pela metade o preço do gás de cozinha. Cumprirá?
Ameaça ao Senado .Se é ruim, para o Governo do Ceará perder a força de Eunício Oliveira no Senado, muito pior é saber que quem ameaça voltar àquela presidência é o celerado Renan Calheiros.
Frente forte . Amanhã, na Assembleia Legislativa, sessão solene comemorativa ao Dia do Médico. Na ocasião, os deputados médicos deverão propor a formação da Frente Parlamentar da Saúde.
Retaliação . A propósito de médicos, informa-se, extraoficialmente, que a Doutora Mayra, (850 mil votos para o Senado) foi demitida do cargo que exercia na rede estadual de saúde.
In loco . Segundo o presidente do TCE, Edilberto Pontes, a instituição passará, agora, a fiscalizar “in loco”, por meio de sorteios com seus auditores, as contas de todas as prefeituras.
Ameaça . Por entender ser ameaça à saúde do povo, o vereador Renan Colares defende mais debates contra os cursos de graduação à distância, que formam profissionais despreparados.

“O caminho mais curto para se sabotar uma democracia é tentando destruir adversários políticos concidadãos”. Theodore Roosevelt (1858-1919) presidente dos Estados Unidos.

 

Instagram

[instagram-feed]

Facebook

Twitter