28 C°

segunda-feira, 20 de novembro de 2017.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

"você jamais será livre sem uma imprensa livre." - Venelouis Xavier Pereira

Terceiro Setor

Tarcília Rego

Colunista - O Estado Verde

terça-feira, 14 de novembro 2017

Imprimir texto A- A+

Já estão abertas as inscrições para o Seminário Conexão Terceiro Setor, que acontecerá entre os dias 6 e 8 de dezembro, no Campus da Unifor, em Fortaleza. O evento reunirá gestores e profissionais de entidades sem fins lucrativos para debater desafios de gestão e estratégias de fortalecimento e profissionalização das Organizações da Sociedade Civil (OSCs), visando uma maior participação na implementação de políticas públicas.

A iniciativa, totalmente gratuita, é da Fundação Raimundo Fagner e S&C Assessoria Contábil, com apoio de parceiros. As inscrições já podem ser feitas através do site seccontabil.com.br/seminario3setor, assim como acessar a programação.

Eu tive a oportunidade de ter trabalhado em organizações do Terceiro Setor em São Paulo e no Ceará. Na minha percepção é uma boa hora para falar de sociedade civil organizada, por aqui. Termo sociológico utilizado para definir organizações de iniciativa privada, sem fins lucrativos e que prestam serviços de caráter público, o Terceiro Setor no Ceará é muito pouco organizado e mobilizado.

Vale salientar que uma sociedade como a nossa, muito mais voltada a fazer ricos do que a construir riquezas, precisa da atuação deste setor.
Ressalto que atuar nesta área vai muito além do trabalho voluntário, claro, envolve voluntariado, mas tem muito mais a ver com vontade de fazer algo, de dividir de somar de multiplicar, ou melhor, de contribuir com a construção de uma sociedade mais igualitária e fraternal e de forma cada vez mais profissional.
No mundo todo, o setor também é conhecido pelo termo ONG, refere-se às organizações não governamentais, designação que expressa, de forma genérica, o conjunto de entidades que compõem o Terceiro Setor.

No Brasil, a Lei nº 9.790/99 trata do tema e “dispõe sobre a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos”.

Mais um passo. A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos deputados aprovou dia 8, o Projeto de Lei 38/15, do deputado Sergio Vidigal (PDT-ES), que estende a validade da Tarifa Social de Energia Elétrica, que hoje beneficia a população de baixa renda, para hospitais públicos e filantrópicos. O projeto segue para análise conclusiva das comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Mais um período escolar terminando e os pais de alunos do Colégio Darwin, na Rua Ildefonso Albano, continuam parando indevidamente os veículos para deixar ou pegar os filhos. São tantos carros parados em fila dupla. Um caos. Mais um semestre de mau exemplo para os estudantes.

A AMC deveria passar por ali e fazer o bom trabalho que está fazendo na região do entorno do jornal O Estado. De olho nos veículos que são estacionados indevidamente, a AMC “mandou ver”, multou e até guinchou veículos na manhã da última sexta-feira (10).

O fenômeno das notícias falsas (fake news), com seu impacto nas eleições americanas, deve acelerar a regulamentação da publicidade no ambiente digital em todo o mundo, segundo o presidente da Associação Brasileira das Abap (Agências de Publicidade), Mario D’Andrea.
A tendência é o surgimento de métricas de verificação, como acontece no mundo off-line, na TV com o Ibope, nos jornais com o IVC (Instituto Verificador de Comunicação).

outros destaques >>

Facebook

Twitter