32 C°

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Ceará

UFC é a segunda instituição mais procurada do Brasil

quarta-feira, 20 de janeiro 2016

A Universidade Federal do Ceará (UFC) foi, neste ano, a segunda instituição de ensino superior mais procurada do Brasil através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A UFC teve 160.474 inscrições, o que gerou uma relação de 25,5 candidatos por vaga, conforme balanço divulgado na tarde de ontem pelo Ministério da Educação (MEC).

Nesta edição do Sisu, a UFC ficou atrás somente da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que obteve 195.634 inscrições, com uma relação de 31,2 candidatos por vaga. Em terceiro lugar, veio a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com 157.428 inscritos, seguida da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com 155.540 inscrições, e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), com 153.929 inscritos. A instituição com maior concorrência do Brasil foi a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com 56,3 candidatos por vaga.

A UFC figura entre as mais procuradas do País desde sua entrada no Sisu, em 2010. Para o coordenador do Sisu na UFC, Prof. Miguel Franklin, o desempenho se deve ao reconhecimento da Instituição entre os estudantes. “Somos a segunda melhor universidade do Norte e Nordeste, de acordo com o MEC, temos cursos em todas as áreas do conhecimento e uma pós-graduação consolidada, com reputação em âmbito nacional e internacional”, diz.

O curso mais procurado no País pelo Sisu 2016, considerando todas as instituições, foi o de Administração, com 294.235 inscritos, seguido por Pedagogia (254.807), Direito (250.926), Medicina (233.681) e Educação Física (200.003). Medicina foi o curso mais concorrido, com 52 candidatos por vaga.

Concorrência
A concorrência neste sistema de seleção caiu e, em 2016, alcançou a menor relação candidato/vaga desde a criação do Sisu, chegando a 23,1 alunos por vaga. Em 2010, essa relação era de 34,7. Em entrevista coletiva realizada ontem, o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, reforçou que o motivo dessa redução é, principalmente, o aumento no número de vagas ofertadas.

Neste ano foram oferecidas, no Brasil, 228.071 vagas, um acréscimo de 10,9% sobre o ano passado. Em relação a 2010, o incremento chega a 376%. Em 2016, a UFC ofertou 6.288 vagas em 108 cursos de graduação presencial nos campi de Fortaleza, Sobral, Quixadá, Russas e Crateús.

São Paulo foi o estado com a maior quantidade de inscritos no Sisu 2016, totalizando 321.595. O Ceará ficou com a sexta colocação nesse ranking, com 155.724 inscrições. Ao todo, foram 2,71 milhões de candidatos inscritos no País.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com