32 C°

quarta-feira, 5 de agosto de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Economia

BB e Correios cogitam criação de uma nova instituição financeira

terça-feira, 26 de novembro 2013

O Banco do Brasil e a BB Seguridade, empresa de seguros, previdência e capitalização pertencente ao banco, assinaram, ontem, separadamente, memorandos de entendimento com os Correios para avaliarem futuras parcerias. Isso tem por objetivo a criação de uma nova instituição financeira, que “permitirá ampliar o portfólio de produtos e serviços oferecidos aos clientes do Banco Postal, além de gerar mais sinergia e eficiência à operação”, informa o BB em nota.

Segundo a estatal, a implantação do novo modelo permitirá ao Banco Postal ampliar seu portfólio e estabelecer parcerias para que seus clientes acessem novos produtos e serviços, tais como outras linhas de crédito, seguros, capitalização, cartões pré-pagos, consórcios, crédito rural, entre outros, informou a assessoria do banco estatal. “Os estudos entre BB e Correios para criar um novo modelo de parceria no Banco Postal colocará fim à concorrência entre os bancos para explorar as agências dos Correios”, informou o vice-presidente dos Correios, Cléucio Nunes. Segundo o executivo, um modelo societário é mais atrativo para os Correios, já que permite a perenidade no negócio.

PARTICIPAÇÃO

Cada acionista deve ter 50% da nova empresa. Pelo desenho atual do Banco Postal, a cada cinco anos, os Correios realizam uma concorrência entre os bancos, baseada no maior valor oferecido para explorar sua rede. “Não temos dúvida de que a parceria é muito mais vantajosa do que o processo seletivo”, ressaltou Nunes.

Um dos pontos que levaram O Banco do Brasil e Correios a discutirem o novo modelo se deve à baixa retenção da clientela dentro do Banco Postal. O Banco do Brasil assumiu as agências dos Correios em 2012, depois de o Bradesco ter mantido esse contrato por dez anos. Desde então, o Banco do Brasil conseguiu 2,2 milhões de clientes via Banco Postal, mas a retenção de clientes que era do Bradesco foi baixa. “É um modelo frágil. O banco anterior reteve seus clientes”, declarou o vice-presidente do BB, Alexandre Abreu.

PRAZOS

Até meados do próximo ano, o Banco do Brasil deve encerrar os estudos para a nova sociedade com os Correios. Segundo o BB, “estudos preliminares já realizados apontam a viabilidade, atratividade econômica e aderência estratégica do novo modelo. A conclusão dos estudos deve ocorrer no segundo semestre de 2014”.

O plano inicial é que o novo Banco Postal utilize as estruturas e os conhecimentos já existentes do BB e dos Correios, o que reduziria o volume de investimento necessário para expansão da rede física de atendimento do BB, bem como aqueles relativos à própria parceria. A concretização do novo modelo entre o BB e os Correios dependerá, ainda, das autorizações regulatórias do Banco Central, Cade e dos ministérios da Fazenda, das Comunicações e do Planejamento, entre outros.

Os Correios têm mais de 6 mil agências próprias, sem incluir as franqueadas. Com o acordo, o BB passaria a operar também nas franquias. A instituição postal está presente em 100% dos municípios brasileiros. Na atual operação com o Banco Postal, o Banco do Brasil passou a estar presente em 95% dos municípios brasileiros. Antes, só estava em 50% deles.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com