32 C°

sábado, 7 de dezembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Viver

Maconha pode melhorar fertilidade masculina, afirma pesquisa

sexta-feira, 21 de junho 2019

Uma pesquisa realizada no Centro de Fertilidade do Hospital Geral de Massachusetts, nos EUA, avaliou a qualidade e quantidade seminal de 317 homens que já tinham consumido ou que eram consumidores atuais maconha. Os achados da pesquisa não demonstraram efeitos ruins do consumo de maconha prévio ou atual na qualidade e quantidade dos espermatozoides e o mais surpreendente, os resultados das análises seminais pareceram melhores em homens que tinham utilizado ou que ainda utilizavam a maconha.

Reprodução

De acordo com a especialista em medicina reprodutiva, Lilian Sério, os achados desse estudo não foram consistentes com os de outros estudos que demonstraram efeitos ruins do consumo de maconha sobre a fertilidade masculina. “Existem muitas pesquisas, como uma que saiu no periódico Epigenetics, que o principio ativo da maconha provoca mudanças no DNA e diminui o número de espermatozoides. É difícil ainda falar com certeza sobre esses benefícios causados pela cannabis, porém seu uso já é usado como uma forma de tratamento para algumas doenças, como: epilepsia e esclerose múltipla”, disse.

Apesar de ser cedo para confirmar o benefício da droga na fertilidade masculina, a médica acredita que, no futuro, tenhamos a possibilidade do uso desses efeitos benéficos do tetrahidrocanabinol (THC), o componente ativo da maconha, sobre a fertilidade masculina. “A recomendação atual é evitar o tabagismo (cigarros, charutos etc) e o consumo de qualquer tipo de droga ilícita. Devemos avaliar os outros estudos que sairão daqui para frente com relação ao assunto para ter certeza dos efeitos do princípio ativo da maconha na fertilidade”, disse.

Atualizado por Natasha Ribeiro
natasha@oestadoce.com.br
Fonte: Ass. de Imprensa

Mais conteúdo sobre:

Fertilidade Masculina maconha

hoje

Mais lidas