32 C°

quarta-feira, 1 de abril de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Viver

Para evitar aglomerações, postos deslocam vacinação para pontos alternativos em meio à crise do coronavírus

segunda-feira, 23 de março 2020

 A campanha nacional de vacinação contra a gripe iniciou-se nesta segunda-feira (23). Em meio à crise do coronavírus, a ação do Ministério da Saúde foi antecipada para ajudar na identificação de pacientes com Covid-19.

Foto: Reprodução

Embora a imunização não tenha eficácia contra o vírus, os sintomas da doença são parecidos com os da gripe. Desta forma, a medida facilita os diagnósticos por exclusão.

A primeira fase da campanha visa imunizar idosos e trabalhadores da saúde. Para evitar aglomerações, em São Paulo algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS) deslocaram os postos de vacinação para locais próximos.
A medida foi anunciada pelo secretário municipal de saúde Edson Aparecido durante entrevista à imprensa, ao lado do prefeito Bruno Covas na manhã desta segunda (23). A população, porém, foi pega de surpresa.

Muitas pessoas foram direto ao posto de saúde e tiveram de se deslocar para outros locais.

Na UBS da Vila Ede, na zona norte, os idosos puderam se vacinar na igreja do bairro, a Paróquia Santo Antônio De Lisboa.

O casal Sandra Regina da Silva, 60 anos, e João Carlos Gonçalves da Silva, 63 anos, chegou a consultar o site da prefeitura, mas não encontrou a informação sobre a mudança de local. Ambos têm respeitado a quarentena por ser grupo de risco. Sandra é hipertensa e diabética, enquanto João tem problemas cardíacos.

Na UBS Vila Guarani, zona sul, o público-alvo da campanha de vacinação foi deslocado para ser imunizado na Associação de Bairro, a poucos metros do posto de saúde. A Escola Municipal Imperatriz Leopoldina, sem aulas em razão da quarentena, virou posto de vacinação da UBS Jardim Cidade Pirituba, zona norte –a escola fica ao lado da unidade de saúde.

Em outras UBSs a solução foi atender ao público do lado de fora. Em frente à UBS Vila Nivi, na zona norte, foram montadas duas tendas para atender ao público.

O mesmo acontece na UBS Belenzinho, na zona leste; a unidade diz que, ali, o atendimento tem sido rápido, evitando a exposição dos idosos. Na UBS Brasilândia, zona norte, o estacionamento virou posto de vacinação, enquanto na unidade de Itaquera a área verde serve receber o público para a imunização.

A rede pública adotou ainda esquema de drive-thru de vacinação para que os idosos pudessem ser imunizados dentro de seus próprios veículos.

Fonte: Folhapress

Mais conteúdo sobre:

Aglomerações Coronavírus Vacinação

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com