32 C°

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Esportes

Flamengo atropela Palmeiras com show do artilheiro Gabigol

domingo, 01 de dezembro 2019

Sem poder contar com a presença do seu torcedor no Allianz Parque, por conta de um veto da CBF, atendendo à recomendação do Ministério Público de São Paulo, o Flamengo não sentiu a ausência do rubro-negro nas arquibancadas da casa palmeirense e venceu o Palmeiras por 3 a 1, em grande apresentação dos comandados de Jorge Jesus. Do lado verde, foi o oposto. Mais um desempenho pífio por parte dos palestrinos, que tiveram de sentir a pressão do torcedor alviverde e o grito de “Fora, Mano” ecoou na arena. Arrascaeta e Gabigol (duas vezes) marcaram. Matheus Fernandes descontou.


O campeão brasileiro e da Libertadores foi a 90 pontos com o triunfo de ontem e abriu ainda mais vantagem para os demais clubes. Na próxima rodada, o Fla receberá o já rebaixado Avaí, quinta-feira, às 20 horas, no Maracanã, que terá mais uma vez lotação total. Já o Verdão, garantido na Libertadores da próxima temporada, jogará mais uma vez “em casa”, porém, o confronto não será no Allianz Parque e sim no Brinco de Ouro, casa do Guarani, em Campinas. O encontro de alviverdes será também na quinta, às 19h15.

Massacre
A partida tinha tudo para ser a decisão do Brasileirão, entretanto, com a queda de rendimento do Verdão e a ascensão meteórica do Flamengo o jogo já não valia mais nada. O clube carioca garantiu a taça duas rodadas antes e o campeão brasileiro do ano passado abocanhou uma vaga na Libertadores com antecedência. O enredo poderia servir para amornar o ímpeto dos times, mas não isso que se viu, pelo menos por parte dos flamenguistas, que demonstraram muita vontade e determinação. Os palmeirenses estiveram apáticos.


Logo aos 4 minutos, o Rubro-negro roubou a bola no campo de defesa e rapidamente avançou sobre a defesa verde. Gabigol e Arrascaeta apareceram livres de marcação na grande área palmeirense, o uruguaio recebeu o presente do camisa 9 e tocou para o fundo do gol vazio. Depois de análise do VAR, o gol foi confirmado. Com a vantagem no placar e vendo o adversário errando praticamente tudo o que tentava, o Flamengo passou a cadenciar a bola e trocar passes para envolver o rival verde.
Dudu era o único atleta lúcido por parte do time da casa, mas sozinho não conseguia criar grandes chances. O camisa 7 palestrino foi puxado na área, a torcida pediu pênalti, mas a arbitragem ignorou. Mano Menezes esbravejava na lateral do campo, mas os erros se acumulavam ainda mais. Porém, antes do intervalo, o visitante ampliou o marcador. Rafinha infiltrou pelo meio, achou Arrascaeta que, de primeira, deixou Gabigol na boa para bater no canto de Jailson.


Após 15 minutos de muito xingamento por parte dos torcedores alviverdes, o prejuízo aumentou. Vitor Hugo saiu tocando errado e Gabigol se aproveitou da falha para fazer o terceiro tento carioca. As substituições de Mano não surtiram o efeito, enquanto isso alguns palmeirenses depredavam as cadeiras da arena palestrina furiosos pelo desempenho muito abaixo do normal e pegavam no pé de alguns personagens como Diogo Barbosa, Luan, Mano Menezes, o executivo de futebol Alexandre Mattos e o presidente Maurício Galiotte. O Flamengo trocou passes e tirou o pé do acelerador e ainda deu tempo de Matheus Fernandes diminuir o placar.

hoje

Mais lidas