32 C°

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Esportes

Ramires diz estar ‘95% pronto’ para estrear pelo Palmeiras

terça-feira, 16 de julho 2019

Ramires foi apresentado oficialmente como reforço do Palmeiras na tarde de ontem, na Academia de Futebol, e explicou como conversas com Felipão, Alexandre Mattos e Felipe Melo influenciaram em sua escolha de voltar ao Brasil. Otimista, o meio-campista de 32 anos assegurou ter condições físicas próximas do ideal para fazer sua estreia.

O volante diz ter tido proposta de muitas equipes, mas negou contato do Flamengo. “Eu tinha vontade de voltar ao Brasil, ficar perto da minha família. Voltar foi uma escolha minha, pessoal. Antes de assinar conversei com Mattos e Felipão, que me deram a oportunidade de vir conhecer a estrutura”, afirma Ramires.

O contato com o Felipão foi preponderante para Ramires reforçar o Palmeiras. Os dois já haviam trabalhado juntos na seleção brasileira, inclusive disputando a Copa de 2014, além de terem passado pelo futebol chinês recentemente. “Ele vai me ajudar bastante; acabei tomando a decisão de vir para o Palmeiras muito pelo Felipão. Tive algumas conversas com ele, que me passou muita tranquilidade. Ajuda bastante o fato de ele já me conhecer, saber o que posso fazer, onde posso jogar”, entende o reforço alviverde.

Ramires havia ficado sem clube no meio do ano após deixar o Jiangsu Suning, da China. Foi anunciado pelo Palmeiras há mais de um mês, e desde então segue cronograma específico de treinamentos antes de passar a trabalhar com o elenco. Na visão dele, porém, a estreia está próxima. “Estou treinando bastante a parte física para estar à disposição nos próximos jogos. Treino de manhã e de tarde. Hoje posso dizer que estou 95% da minha melhor parte física”, enxerga Ramires, que já está inscrito no BID e legalmente apto a jogar.

Ele não atua em uma partida oficial desde outubro de 2017. Neste período acabou envolvido em negociações para deixar seu ex-clube, mas não saiu, por isso perdeu prazo de inscrição e acabou relegado ao time B do Jiangsu Suning. “Jogar no time B lá não agregou muito, mas foi bom para a parte física. Agora é readaptação, porque já são mais de dez anos fora. Tenho que me esforçar muito para me adaptar o mais rápido possível”, reconhece o volante.

hoje

Mais lidas