32 C°

sexta-feira, 3 de abril de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Geral

Apoio psicológico em meio ao caos instaurado pela covid-19

quarta-feira, 25 de março 2020

O novo coronavírus (covid-19) trouxe consigo um histórico de infecções e mortes que propiciaram, além de possíveis colapsos nos sistemas de saúde público e privado e na economia, uma crise de ordem psicológica em algumas pessoas. Os profissionais da chamada linha de frente do combate, por estarem mais expostos ao vírus, são também os mais necessitados de apoio emocional.
Visando esses profissionais, surgiu o projeto ‘Psicólogos Voluntários Ceará’. A iniciativa oferece ajuda gratuita aos trabalhadores que vivem diariamente na linha de frente do combate ao Covid-19, como médicos e jornalistas, que não podem parar de executar seus ofícios, mas que também precisam de amparo.
O psicólogo junguiano, trainee da Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica (SBPA), Harley Albuquerque, 47, explica que a ideia do projeto “é dar um suporte aos profissionais médicos e enfermeiros, pessoas que trabalham em hospitais diretamente com pessoas possivelmente infectadas, e jornalistas”, pontua. Harley também conta sobre a motivação da iniciativa, que é “dar um apoio psicológico para esses profissionais, porque eles saem para trabalhar e, possivelmente, entram em contato direto com o vírus, e ainda terão que voltar para suas casas. E esse processo causa sofrimento”, diz.
O psicólogo esclarece o funcionamento do projeto. “Os atendimentos acontecem online, por via de algum aplicativo como Skype, Zoom e até mesmo pelo WhatsApp, por ligação com vídeo”, esclareceu. Ele complementa que além dos atendimentos, todo processo é à distância, o que garante a segurança tanto dos psicólogos quanto dos pacientes. “A gente fez um site, onde contém algumas informações iniciais. Os interessados se inscrevem por lá. Depois nós fazemos a distribuição entre os psicólogos que estão à disposição”.
Harley Albuquerque também fala que a importância do projeto é o contexto no qual ele surge. “Acredito que esse momento que estamos passando é ímpar. Estamos em quarentena durante uma pandemia de um vírus que nós não sabemos muito ainda”, disse. O especialista conta como começou essa iniciativa.
“O projeto não existia, ele surgiu junto com a propagação do novo coronavírus. Com isso, tive uma ideia desse gênero. No dia seguinte, foi publicado um memorando da Associação Internacional de Psicologia Analítica (IAAP) [sigla em inglês], que falava como eles já estavam fazendo isso na Europa. Após, surgiu essa sugestão no grupo nacional que mantemos”, detalha. E complementou que foram feitas as devidas adaptações. “Formatamos a ideia para nossa realidade, mudamos o que precisava e fizemos acontecer”, completa.

Pacientes
O psicólogo reforça que o projeto Psicólogos Voluntário Ceará é voltado, apenas, para os profissionais que não estão em casa, pelo contrário. “Esse projeto é para pessoas que estão na linha de frente. É voltado para quem trabalha nos hospitais ou repórteres que estão na rua para manter todo mundo informado”, enfatiza. Ele conta que está recebendo muitos cadastros de pessoas que não trabalham nessas áreas e, até mesmo, profissionais de outros estados. “Fomos procurados por gente de Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo e outras localidades, mas esse grupo é voltado somente para o estado do Ceará”.
Para promover o atendimento aos que estão dentro dos parâmetros para se cadastrar, o grupo conta hoje com 12 psicólogos, todos trabalhando numa abordagem junguiana e já estão atendendo as demandas. “A gente começou há três dias e, até ontem, nós já recebemos 30 cadastros. Desses, a maioria já tem encontros agendados ou já começaram seus atendimentos”, contou. Inicialmente, serão disponibilizadas oito sessões para cada paciente, cada uma com duração de 40 minutos.
Psicologia junguiana, ou psicologia complexa, é um ramo de conhecimento e prática da psicologia, iniciado pelo estudioso suíço Carl Gustav Jung. A prática enfatiza a importância da psique individual e da jornada pessoal e da totalidade. O conceito central da psicologia analítica é a individuação – o processo psicológico de integração dos opostos, incluindo o consciente e o inconsciente, mantendo, no entanto, a sua autonomia relativa.

Abordagem
Dentro da psicologia, a abordagem é a maneira como cada psicólogo entende a realidade, isso segundo a estudante da área Rebeca Bonfim, 22, que ilustra o conceito. “abordagem psicológica é como se fosse a lente do óculos, é a maneira como cada psicólogo enxerga o mundo”, explica.
Já o psicólogo integrante do projeto, Antônio José Sarubbi, 66, conta que ele e seus colegas seguem uma abordagem junguiana. E aprofunda: “dentro dessa ótica, nós aplicamos uma terapia breve focal. Não é um atendimento psicológico tradicional, onde toda semana há uma sessão. Nós temos que ir diretamente ao foco”, explicou.
Antônio conta o porquê de eles usarem esse método. “Nós temos encontrado pessoas em crise com a perspectiva da chegada mais agressiva desse vírus, com mais pacientes, mais gente atingida pelo coronavírus e com o modo de lidar com isso”, pontuou. Ele explica que o atendimento desse projeto visa permitir que os pacientes “ultrapassem o medo e a situação de angústia para conseguir enfrentar as circunstâncias”, completou.
Os profissionais que estão trabalhando nos hospitais e jornalistas que estejam nas ruas buscando informar a população sobre o Covid-19 podem buscar ajuda dos Psicólogos Voluntários Ceará se inscrevendo pelo link http://psicologosvoluntar.wixsite.com/psivoluntariosce. Basta apenas preencher um cadastro e aguardar retorno.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com