32 C°

sexta-feira, 23 de abril de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Geral

Sarto se reúne com prefeitos para aquisição de vacinas

segunda-feira, 01 de março 2021

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), informou na tarde deste domingo (28), sobre a iniciativa com os demais gestores municipais para a criação de um consórcio público para aquisição de vacinas contra a Covid-19. O anúncio foi publicado em suas redes sociais.

FOTO JOÃO FLORENÇO / O ESTADO CE


De acordo com José Sarto, ele participará, nesta segunda-feira (1º), de uma reunião virtual da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) que discutirá a criação do consórcio público. A reunião está prevista para as 16 horas. “Conversei há pouco com o presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, sobre a criação de um consórcio público para aquisição de vacinas. Nesta segunda-feira (1º), no final da tarde, teremos nossa primeira reunião, de forma remota, para iniciarmos essas tratativas”, escreveu o prefeito.


Ainda em suas redes sociais, o prefeito destacou a decisão do último dia 23 de fevereiro do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou estados e municípios a adquirirem imunizantes quando houver descumprimento do Programa Nacional de Imunizações (PNI) pelo Governo Federal ou em caso de insuficiência de doses previstas para imunizar a população.


Por fim, Sarto reiterou os esforços da Prefeitura de Fortaleza para garantir a vacinação a toda a população. “A vacinação da nossa gente é prioridade da Prefeitura de Fortaleza e nossas equipes de saúde têm feito todo o esforço para cumprir o Plano de Imunização. Tenho acompanhado todo esse processo de perto e estamos todos empenhados em garantir o sucesso desse trabalho”, garantiu Sarto.


Até o momento, a capital cearense já vacinou 121.689 pessoas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Entre os contemplados, os idosos acima de 75 anos e profissionais da saúde.


Nota
Em nota técnica, a FNP defende a proposta de constituir um consórcio público multifinalitário, fundamentado na Lei 11.107/2005, para adquirir vacinas, medicamentos, insumos e/ou equipamentos. De acordo com o documento, a alternativa se dá pela inviabilidade de utilizar os materiais e insumos já existentes, sejam por restrições de finalidade, abrangência territorial, ou ainda, pela inexistência de imagem internacional consolidada.


A nota acrescenta ainda que a participação das maiores cidades do País no consórcio, considerando o protagonismo e a trajetória de atuação internacional que já possuem, com quadros técnicos qualificados, fortalece a iniciativa. “Assim, o consórcio público se apresenta como a melhor possibilidade para compra de vacinas de forma coletiva, tanto pelo ganho de escala, como para evitar uma caótica competição federativa, que poderá ser prejudicial ao processo”, argumenta a FNP.


Camilo
Na noite do último sábado (27), o governador Camilo Santana anunciou que, nesta terça-feira (02), irá até Brasília, em visita ao laboratório que representa a vacina russa Sputinik V para tratar da possível aquisição direta do produto, em complemento ao Plano Nacional de Imunização. “Irei buscar a vacina para os cearenses aonde tiver que ir. Só descansarei quando todos forem vacinados”, garantiu o governador do Ceará.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com