32 C°

quinta-feira, 4 de junho de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario

Mundo

Alemanha: redução de salários será dobro da de 2009

domingo, 29 de março 2020

O impacto da paralisação causada pelo coronavírus no salário dos alemães deverá ser ao menos o dobro do que foi verificado em 2009, ano após a crise financeira desencadeada nos Estados Unidos, segundo dados projetados pelo governo alemão e instituto de pesquisa do país. A previsão se baseia no aumento do uso do Kurzarbeit, instrumento que permite que o trabalho formal de longo período possa ser reduzido, com cortes de salários. Com esse recurso, o governo da Alemanha assume parte da folha de pagamento para que a empresa não demita. Segundo a Agência Federal de Trabalho, em 2009 o instrumento atingiu 1,14 milhão de vagas. Agora, segundo a mídia alemã, o governo estima que o Kurzarbeit atinja de 2,15 milhões a 2,35 milhões de postos. O número, porém, pode chegar a 6,6 milhões, se a quarentena durar três meses, segundo o Ifo-Institut (Instituto de pesquisa econômica da Universidade de Munique). Para o instituto, o piso deverá ficar em torno de 2,1 milhões, no caso de uma parada de um mês. Na última semana, 76,7 mil empresas de todos os setores –mas predominantemente das áreas de transporte, logística, restaurantes, hotéis e turismo– anunciaram interesse no Kurzarbeit.

Média
Segundo a agência do trabalho, em 2019 a média semanal de aviso de interesse foi de 600 empresas. Em dezembro, quando a economia alemã apresentou sinais mais fracos, o número subiu para 1.000 declarações semanais. O Kurzarbeit ajuda empresas que não conseguem cumprir com seus contratos de trabalho e, assim, não podem manter os seus empregados com seguro social –que inclui seguro-saúde, proteção contra desemprego, Previdência e outros benefícios.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com