32 C°

sábado, 8 de agosto de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

Grupo associa psicólogo Steven Pinker a racismo e sexismo

quinta-feira, 09 de julho 2020

Mais de 500 linguistas entregaram, na segunda-feira (6), uma carta à Sociedade Americana de Linguística (LSA) pedindo a remoção do nome de Steven Pinker da lista de seus membros prestigiados da por causa de um “padrão de abafamento das vozes de pessoas que sofrem violências racistas e sexistas”. Além de linguista, Pinker é psicólogo cognitivo, professor da Universidade Harvard e autor, entre outros livros, de “O Novo Iluminismo: Em Defesa da Razão, da Ciência e do Humanismo”.
“Queremos observar aqui que não temos nenhum desejo de julgar as ações do Dr. Pinker em termos morais ou afirmar que sabemos quais são seus objetivos”, diz o texto assinado por linguistas de várias nacionalidades. “Também não procuramos ‘cancelar’ o Dr. Pinker, ou impedi-lo de participar das comunidades linguísticas e da LSA (embora muitos de nossos signatários possam acreditar que fazê-lo seria o curso de ação correto).”
A reivindicação dos autores é que a LSA remova Pinker de uma lista equivalente ao “hall da fama” da comunidade linguística. “Acreditamos que os membros [da lista] têm uma responsabilidade que vem com a honra, credibilidade e visibilidade atribuídas a eles por sua nomeação. Dr. Pinker não atende a esse padrão.”
O documento enumera seis ocasiões em que o comportamento de Pinker foi considerado inapropriado pelos autores. A primeira delas é uma publicação feita no Twitter em 2015.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com