32 C°

sexta-feira, 5 de março de 2021.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

Incêndio no Instituto Serum não prejudica produção de vacinas

sexta-feira, 22 de janeiro 2021

Na manhã de ontem, um grande incêndio atingiu o complexo do Instituto Serum, na Índia (SII), o maior fabricante mundial de vacinas. O instituto produz vacinas Covishield contra a Covid-19, que são desenvolvidas em parceria entre AstraZeneca e Universidade de Oxford na cidade de Puna. No entanto, segundo o chefe, Adar Poonawalla, a produção de imunizantes não foi atingida, não havendo perdas.
O jornal Times of India, confirmou que o fogo não atingiu os imunizantes, mas matou ao menos cinco pessoas. A informação inicial, apontava que o incêndio atingiu dois andares do Terminal 1, onde está sendo construída uma nova fábrica. Bombeiros foram até o local para o controlar o fogo.
O prefeito de Puna, Murlidhar Mohol, disse à imprensa indiana que as vítimas seriam trabalhadores da construção civil que estavam no prédio. Por meio de uma rede social, Adar Poonawalla, diretor do Instituto Serum, também confirmou que o incêndio fez vítimas. “Após uma investigação mais aprofundada, soubemos que infelizmente houve algumas vidas perdidas no incidente. Estamos profundamente tristes e oferecemos nossas mais profundas condolências aos familiares dos falecidos”.
O instituto está produzindo cerca de 50 milhões de doses, por mês, da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a AstraZeneca.

Pedidos
A Índia começou a exportar vacinas contra a Covid-19 na quarta-feira (20) para seis países,conforme havia informado o ministério das Relações Exteriores do país. Os destinos das doses serão Butão, Maldivas, Bangladesh, Nepal, Mianmar e Seychelles. O Brasil ficou fora da lista. O Ministério das Relações Exteriores disse que a Índia fornecerá vacinas contra a Covid-19 aos países parceiros nas próximas semanas e meses, considerando a necessidade de cada um.
Na última terça-feira (19), o primeiro-ministro Narenda Modi ressaltou que o país estava aguardando a confirmação das autorizações regulatórias necessárias para enviar as doses também ao Sri Lanka, Afeganistão e ilhas Maurício. No documento divulgado no site do ministério, esses são os únicos países na lista de futuros beneficiários. “A Índia está profundamente honrada por ser um parceiro de longa data para atender às necessidades de saúde da comunidade global. O fornecimento de vacinas contra Covid para vários países começará amanhã e mais virão nos próximos dias”, escreveu Modi em uma rede social.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com