32 C°

terça-feira, 22 de setembro de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

Líbano: brasileiro viu teto de gesso da casa cair com forte estrondo

quarta-feira, 05 de agosto 2020

O brasileiro Rajeh Merhi, 39, estava conversando com a mãe e a irmã no momento em que uma explosão ocorreu em Beirute, capital do Líbano. Caso estivesse próximo ao local do incidente, poderia estar entre as vítimas da tragédia que, até o momento, segundo o ministro da Saúde do país, deixou ao menos 50 mortos e mai de 2.750 feridos.
Só que Merhi estava em outra cidade, Aley, a cerca de 20 km de onde a explosão ocorreu. Ainda assim, viu parte do teto de gesso da casa de sua mãe cair. O barulho fez com que pensasse se tratar de uma bomba jogada por um avião -talvez o início de uma guerra. O prédio de quatro andares tremeu, conta ele, que chegou a ouvir o barulho da explosão.
Segundo testemunhas, o estampido foi ouvido até na cidade costeira de Larnaca, no Chipre, a cerca de 200 km da costa libanesa. Assim como na casa da mãe de Merhi, vizinhos tiveram danos pequenos, como móveis e copos quebrados. Já em Beirute, paredes foram destruídas, e janelas, quebradas. Carros foram virados de cabeça para baixo, e destroços bloquearam várias ruas.
Motivo
Ainda não se sabe ao certo o que motivou a explosão, que ocorreu na zona portuária da capital. Segundo o chefe de segurança interna do Líbano, Abbas Ibrahim, a origem do incêndio é uma área do porto com materiais altamente explosivos. “Para não atropelar as investigações”, disse que não iria especular sobre as causas.
No Líbano desde 2016, o gerente de TI vê a explosão como mais um agravante num país que já passa por grande crise econômica.
O fato de o incidente ter ocorrido na zona portuária, diz Merhi, certamente vai afetar a chegada de alimentos e medicamentos em uma economia que depende de importações. “Essa explosão, na situação em que o Líbano está, numa crise econômica com pessoas morrendo de fome, foi uma tragédia”, diz o descendente de libaneses. “E, recentemente, depois das crises econômica e política, teve ainda a Covid, com medidas de restrição que pioraram a dificuldade para trabalhar.”

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com