32 C°

segunda-feira, 10 de agosto de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Mundo

Mercosul: Uruguai e Argentina divergem por Bolívia em cúpula

quarta-feira, 04 de dezembro 2019

Uruguai e Argentina divergiram em relação aos recentes acontecimentos na Bolívia, durante a Cúpula do Mercosul. O Uruguai, que não reconheceu até hoje a presidência interina de Jeanine Áñez, fez uma crítica à normalização de “legitimidades questionadas” de alguns governos, “apenas por conveniência regional”. A Bolívia é um Estado associado do Mercosul. “Devem ser poucos os países como o Uruguai, em que há eleições e um vencedor ganha com uma diferença muito pequena de votos e não há nenhuma confusão. As duas partes aceitam o resultado e, no dia seguinte, tudo segue com normalidade”, disse o chanceler uruguaio, Nin Novoa.

O chanceler disse que era preciso defender o Estado de Direito, e “não aceitar a adaptação de legitimidades de governos apenas porque convêm a uma situação regional”, em uma referência clara ao novo governo interino da Bolívia. Jorge Fauire, o chanceler argentino, afirmou que “há uma gravíssima crise de institucionalidade” na Bolívia, e que esta começou não agora, com a saída de Evo Morales, mas “com o desrespeito ao referendo de 2016”.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com