32 C°

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Mundo

Novo premiê russo acusado de esconder imóveis de luxo

sexta-feira, 17 de janeiro 2020

O novo primeiro-ministro russo, Mikhail Michustin, teve seu nome confirmado pelo Parlamento russo, ontem, um dia depois de sua surpreendente indicação pelo presidente Vladimir Putin. Também fez sua estreia como alvo da nova geração de ativistas anticorrupção russos. O site investigativo Proekt revelou que o nome do premiê e de sua mulher eram proprietários de um terreno de 5.500 m², com uma casa de 900 m², no subúrbio de luxo de Rubliovka, em Moscou. O registro vai de 2001 a 2005, quando Michustin já ocupava cargos na burocracia estatal. A partir do último ano, o dono da propriedade é a Federação Russa, um artifício comum para manter sigilo sobre posses de figurões do sistema. O imóvel não aparece em sua declaração de renda, o que caracterizaria evasão de impostos. Em 2017, a Suprema Corte permitiu que o Serviço Federal de Registros fazer tal acobertamento. Coincidentemente, o serviço foi chefiado por Michustin de 2004 a 2006 – antes de virar premiê, ele esteve à frente do Serviço Federal de Impostos, de 2010 em diante.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com