32 C°

sábado, 8 de agosto de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Opinião

EDITORIAL – Brasil e a sustentabilidade

segunda-feira, 12 de novembro 2018

O Brasil é um país de muitas potencialidades. Nação com a maior biodiversidade do planeta, nosso País tem a legislação necessária, o capital humano e a capacidade instalada para ser líder mundial nos acordos globais para o desenvolvimento sustentável, porém precisa corrigir rumos e adotar políticas mais adequadas, segundo o Sumário para Tomadores de Decisão do Primeiro Diagnóstico Brasileiro de Biodiversidade e de Serviços Ecossistêmicos, lançado pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e de Serviços Ecossistêmicos (BPBES, da sigla em inglês). Criada em 2015, a plataforma reúne cerca de 120 pesquisadores, com apoio financeiro do Governo Federal e do governo de São Paulo, e foi inspirada na Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES), das Nações Unidas, datada de 2012.

É inegável que, nas últimas décadas, o Brasil registrou grandes avanços nesse setor, mas precisa continuar avançando. Temos várias leis que não são cumpridas, cerca de 80% do desmatamento no País é ilegal. Além disso, temos também a necessidade de mudar de uma prática marrom para uma mais verde de produção e consumo, sendo que essa iniciativa não deve vir só do governo, mas, também, do setor privado, para que possamos criar um ambiente mais favorável que se dê essa mudança. Os olhos do mundo estão sobre nós, uma vez que possuímos 42 mil espécies vegetais e nove mil espécies de animais vertebrados, além de 129 mil espécies de invertebrados conhecidos, embora a lista de ameaças tenha 1.173 animais e 2.118 plantas. Saber utilizar bem essa fauna e essa flora é essencial para que tenhamos um desenvolvimento mais sustentável. As futuras gerações agradecem.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com