32 C°

quinta-feira, 28 de maio de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Opinião

Exame adiado

quinta-feira, 21 de maio 2020

O Ministério da Educação (MEC) decidiu adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 em função dos impactos da pandemia do novo coronavírus. Essa medida vinha sendo cobrada por amplos setores da sociedade, e o Governo, após forte pressão popular, foi obrigado a acatar. O cronograma inicial previa a aplicação do Enem 2020 impresso nos dias 1º e 8 de novembro. Os participantes da versão digital fariam a prova nos dias 22 e 29 do mesmo mês. Mais de 3,5 milhões de candidatos se inscreveram para o exame. Para definir a nova data, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira (22). As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.
O fato é que não havia, mesmo, a menor condição de fazer esses exames diante de um cenário totalmente adverso provocado pela pandemia, e pior: não se sabe ainda quando haverá a estabilidade no número de novos casos no Brasil. Estudantes, professores e instituições de ensino, assim como todos os demais setores da sociedade, estão apreensivos quanto às consequências que esse adiamento poderá ter, mas é certo que mudar as datas das provas foi a decisão mais acertada, afim de que o quadro, daqui para lá, seja mais favorável à aplicação dos exames. Os sonhos de milhões de jovens em ingressarem no ensino superior, infelizmente, também foram afetados por essa terrível peste, mas os estudantes não devem baixar a cabeça, já que há um futuro pela frente a ser enfrentado.

EDITORIAL

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com