32 C°

quarta-feira, 1 de abril de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

Opinião

O país dos especialistas

terça-feira, 24 de março 2020

Um dos maiores problemas do Brasil tem sido a lógica das redes sociais, que fazem com que todos se tornem especialistas em tudo e acabem se tornando palpiteiros em todos os assuntos. De repente, o mais iletrado dos indivíduos sabe de política, economia e justiça, sempre na lógica do ouvir dizer e de replicar o que veem nas famigeradas fake news, tão em vigor agora. Alguns julgam sem serem juízes, criam planos econômicos sem serem economistas, duvidam da ciência e até querem ensinar os professores a darem aulas. A lógica do achismo se instalou em nosso país e pode conduzir a uma convulsão social ou mesmo a uma catástrofe da saúde, em função dos achismos que parecem ser mais lógicos que os boletins da Ciência.
No momento atual, a Ciência se torna ilógica e traz consigo a lógica da teimosia de um simples #fiqueemcasa. Alguns dizem que o vírus foi inventado, outros que é uma estratégia de marketing no velho dilema do achismo ou do ouvir dizer. Os aposentados, que conversavam nas calçadas ou jogavam dama, agora, reproduzem mensagens duvidosas de redes sociais que chegaram até a decidir eleições em função de reprodução de mensagens que, mesmo mentirosas, se tornaram verdades.
Na lógica dos atuais especialistas, quem pensa diferente recebe uma gama interminável de palavrões, xingamentos e até ameaças, o que faz parecer que existe apenas a verdade que eles propugnam. Mas, de uma coisa temos certeza. É que parece que as lógicas da Ciência têm sido irrefutáveis e quem tem ousado desmentir tais preceitos, geralmente, tem se dado muito mal. É notório que não se constrói um país com achismo. Por via das dúvidas, é melhor agir como diz o velho ditado. “Cada Macaco no seu Galho”.

FRANCISCO DJACYR
PROFESSOR

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com