32 C°

quinta-feira, 4 de junho de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario

Política

Damares: estamos fazendo a contrarrevolução cultural

terça-feira, 25 de junho 2019

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse ontem, em passagem por Fortaleza, que o atual governo está promovendo uma contrarrevolução ao colocar a defesa da família e dos costumes em evidência.

“Nós estamos fazendo uma ‘contrarrevolução cultural’ e é isso que a gente quer. Vem todo mundo com a gente. Vamos resgatar valores e valores familiares”, conclamou Damares em conversa com a reportagem do jornal O Estado.

Em um cenário em que a economia e as discussões sobre a reforma da previdência estão em primeiro plano, a ministra defendeu a atuação de sua pasta para restaurar a vida dos brasileiros. “A importância do ministério é trazer a esperança. A esperança do resgate de valores. E trazer uma nova visão de direitos humanos que cuidar de criança, de idoso de mulher, isso sim é direitos humanos. Estamos construindo uma grande nação”, defendeu na entrevista ao OE.

Ao pé da letra, uma “contrarrevolução” representa um movimento que geralmente ocorre em contraposição a uma revolução, podendo ser de caráter religioso, cultural, econômico ou político.

A ministra, no entanto, evitou dar um tom político à declaração concedida após cerimônia em que representou a primeira-dama, Michele Bolsonaro, na entrega do título de cidadania fortalezense. A homenagem aconteceu em evento no Colégio Militar, atendendo a solicitação da vereadora Priscila Costa (PSL).

“A nossa felicidade, hoje, de entregar o título de cidadão fortalezense a nossa primeira-dama, Michele Bolsonaro, pela forma como ela tem representado, tão bem, a mulher brasileira. Não há nada mais brasileiro do que doar-se. Para a família, para o próximo e a Michele tem sido uma grande inspiração em dar a voz para aqueles que não têm. E doar o seu tempo, a sua energia, todo o seu sentimento e emoção para os surdos e mudos”, destacou a parlamentar.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, desmarcou, de última hora, a viagem para a capital cearense onde receberia a homenagem. A assessoria de imprensa não deu detalhes e se reservou a dizer que o cancelamento se deu por problemas de ordem pessoal.

Agenda
A agenda de Damares começou bem cedo, com a inauguração da primeira unidade do Programa Viver de Fortaleza, na Barra do Ceará. Na ocasião, a ministra destacou que o programa pretende priorizar um envelhecimento ativo e saudável e que vai atuar para potencializar as habilidades e preservar o protagonismo das pessoas. “Na nossa gestão, a pessoa idosa será valorizada e capacitada no acesso às novas tecnologias digitais e nos direitos assegurados por lei”, ressaltou.
Entre abraços e paradas para fotografias, a ministra atendeu aos presentes, distribuiu sorrisos, recebeu manifestações de apoio e até arriscou passos de carimbó.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com