32 C°

sexta-feira, 4 de dezembro de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Fernando Maia

As eleições e os presidenciáveis

sexta-feira, 23 de outubro 2020

A eleição em Fortaleza é do maior interesse de presidenciáveis para analisar Ciro Gomes, considerado pela sua verve, o candidato que mais sabe fazer uso da mídia com uma retórica convincente. Esse ponto de vista tem sido abordado por especialistas e marqueteiros de olho nas eleições municipais. Ciro Gomes, João Doria e Bolsonaro estão sendo observados e terão suas influencias avaliadas por outros candidatos que ainda não se envolveram diretamente na campanha das capitais e de grandes cidades. O julgamento das urnas servirá como ponto de partida para o planejamento da campanha presidencial. Com a opinião pública convivendo com a corrupção em todos os setores da política nacional, é possível um julgamento hostil se manifestando como reação de um eleitorado influenciado pela crítica da imprensa e das elites intelectuais. Todos estão nivelados em desgastes, mas ao mesmo tempo consolidaram amizades com a longa prática de favores a eleitores que não reagem diferente de qualquer outro corpo colegiado na sua vasta gama que reúne insatisfeitos, inconformados, cívicos, oposicionistas e moralistas. Infelizmente, há uma quantidade maior de transigentes e tolerantes, e dos que se pronunciam por amizade, por medo e por interesse pessoal onde vale a lei do toma lá dá cá. Essa realidade é triste mas é verdadeira, fazendo do dever cívico um instrumento para alimentar esperanças. No fim, nada muda para o subalterno cidadão que irá as urnas.

Tal pai, tal filho. Em prestigiada solenidade na Assembleia Legislativa do Piauí, o deputado federal Mauro Filho (PDT) foi agraciado com a Medalha Renascença, a mais importante comenda concedida pelo Governo daquele estado, destinada a personalidades que contribuíram para o desenvolvimento piauiense. A mesma medalha já havia sido entregue ao seu genitor, senador Mauro Benevides, quando presidente do Senado e do Congresso Nacional.

Prioridades. Evandro Leitão (PDT), primeiro-secretário da Alece, faz uma avaliação pertinente a ser observada por quem interessar possa, de preferência aos candidatos a cargos eletivos este ano: devem fazer o possível para seguir a sugestão do Unicef, que faz apelo de prioridade absoluta na defesa das crianças e adolescentes.
Evolução crescente. José Sarto Nogueira deixou ontem o hospital com recomendações de não cometer exageros, se isso é possível na fase derradeira da campanha. O candidato do PDT reage bem às consultas eleitorais. Na pesquisa Real Time BigDatalCNN foi quem mais cresceu, saindo de 4% na primeira, para 18% na última. Luizianne Lins e Capitão Wagner perderam pontos nas duas.
Números falsos. Informa o Conselho de Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados. O Governo Federal, que alega ter tido despesas recorde com a covid-19, gastou até o dia 20 R$ 38,2 bilhões, o que representa apenas um terço do que foi gasto no primeiro ano do governo de Bolsonaro, sem pandemia.
Alimentos. Danilo Forte quer a criação, no Ceará, de um banco de alimentos, para utilização de toneladas de cereais e produtos hortifrutigranjeiros, extraviados na embalagem, transporte e venda nos mercados. Trata-se de projeto da FAO, instituição da ONU contra a fome.
Recesso. Cresce na Alece a tendência no sentido de que o período de 1º a 15 de novembro, seja transformado em recesso extra. Por conta do empenho dos deputados nas campanhas de correligionários e aliados que são candidatos a prefeito e vereador.

“Faz até vergonha se dizer que a maioria das ausências na eleição será à falta de dinheiro da compra do voto, e a falta de comícios e forrós”. Eônio Fontenelle, ex-prefeito de Viçosa do Ceará.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com