32 C°

sábado, 26 de setembro de 2020.
Fortaleza, Ceará, Brasil.

aniversario
aniversario

Colunista - Macário Batista

O bode tá na sala de aula

sexta-feira, 07 de agosto 2020

No meu juízo, que neste pandemônio anda pouco, 2020 é um ano perdido. Perdido na saúde, na economia, na paz, na educação e “pelaí” vai, de perdido em perdido. O grosso das últimas conversas se debruça sobre a educação. Um ano perdido de aulas é um enorme atraso de vida na história das pessoas, principalmente nos jóvens, claro. A aula da escola radiofônica, hoje pelo celualr ou pelo computador, a meu juízo, cai muito em aproveitamento, mas, ainda assim, é melhor que diabo de nada. Mas, o que a gente queria colocar aqui é o drama dos estudantes, das famílias, dos colégios, das autoridades. Não vai ter aula presencial no Ceará em agosto. Tudo arrumado para setembro, em data incerta e não sabida. Grita dono de colégio particular, grita estudante, grita pai de aluno, grita a escola pública. Professores se desdobram pra remendarem a rede, mas fundo novo em rede velha vai puir e deixar só os punhos, se esses também não cederem à celeridade do problema. É um drama que Fortaleza tenta minimizar com férias coletivas neste agosto, só que o gosto amargo na boca de quem está envolvida com a educação vem travado como umbu-cajá de vez e jiló “mal-cozinhado”. O estrago é grande e as soluções, por mais discutidas, cada uma encontrada vira assunto discutível por cada ângulo de visão. Olhares há, todos doloridos pela ausência da sala de aula, pela distância dos colegas, pelo ensinamento do mestre, pelo carinho da professora. Aí, penso eu, e depois?

O medo comanda. Você viu o desastere do Líbano. Se não viu, procure vídeos sobre. Pois bem. No Pecém, havia estacionado um navio-tanque que guardava gases que eram distribuídos pro Ceará. Um risco. Se explodisse, varria tudo em torno de 5 quilômetros. Tiraram o navio. Ponto. Agora, aqui pra nós, cês já pensaram na área de tancagem de cobustíveis do Porto do Mucuripe? Até quando vamos viver com essa espada de Démocles sobre nossas cabeças? Não seria hora de o assunto (tirar a tancagem dali) voltar à baila?

Coordenador
Sem um nome que reúna todos eles, opositores aos poderes do Estado e de Fortaleza já têm um coordenador de campanha. Será o senador Luiz Eduardo Girão.
Sozinho
Luiz Eduardo Girão não vai contar com aliados fortes na campanha pra prefeito de Fortaleza, como teve na sua campanha pra senador, os adversários de Eunício.
Aliás…
Diz que o MDB eunicista seria o grande patrocinador da campanha a prefeito de Sobral, contra Ivo Gomes.
Preocupação
Dor de cabeça pra saúde do Ceará. A aproximação das eleições tá deixando o grupo que cuida da pandemia no Estado de cabelos arrepiados. O quê e como fazer segurança.
Senhores passageiros…
A portuguesa TAP está anunciando a volta de seus voos, antes diários entre Fortaleza e Lisboa para o dia 11 deste mês. Recomeçará com dois voos por semana.
Bom pra queimadura
O projeto Pele de Tilápia, da Universidade Federal do Ceará (UFC) está fazendo uma campanha para que autoridades brasileiras facilitem a remessa de 40 mil centímetros quadrados de pele de tilápia para a capital libanesa. É um auxílio a queimados no acidente no Líbano.

hoje

Mais lidas

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com